por Luciana Carpinelli

Uma receita de pão super fácil e outra para deixá-lo mais interessante

A história da humanidade se mistura com a do pão. Desde os primórdios da culinária, este preparo aparece em todas as civilizações, com algumas particularidades mas sempre como uma massa básica assada ou cozida.
Desta vez temos duas receitas com pão: uma desde a massa (que é preparada no liquidificador e não precisa de sova) e outra para preparar um sanduíche diferente para uma refeição leve ou então para receber uma visita.

Pão à Hasselback (fatiado e recheado com queijos, alho e alecrim)

Já faz um bom tempo que estou querendo preparar Batatas à Hasselback, mas não sei por quê sempre acabo me esquecendo dessa receita sueca quando estou na cozinha. Outro dia tinha uns pães amanhecidos e queria deixá-los gostosos. Lembrei daqueles pães italianos recheados que sempre pipocam no Pinterest e fiz uma versão intermediária. E não é que ficou uma delícia? Sugestão diferente para receber amigos em casa ou para um jantarzinho rápido e prático.

1 pão amanhecido ou não (usei português, mas pode ser francês, italiano etc.)
Queijos ralados (usei minas padrão e parmesão)
1 dente de alho amassado
Alecrim
Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

A montagem desse “pão à Hasselback” é super simples. O maior segredo é cortar fatias finas sem separá-las na parte inferior do pão. Depois disso, regue com um generoso fio de azeite, abrindo delicadamente cada corte, e salpique um pouquinho de sal e pimenta do reino.

Distribua o alho pelas fatias e recheie cada abertura com os queijos (ou ingredientes da sua preferência), sem muito exagero. O objetivo é dar sabor ao pão e não enchê-lo de recheios. Salpique o alecrim por cima e coloque em uma assadeira.

Leve ao forno pré-aquecido na temperatura máxima apenas para derreter os queijos. Sirva em seguida.


Pão de forma fácil (liquidificador)

Panificação nunca foi a minha praia, mas ganhei uma forminha e resolvi tentar. Encontrei entre minhas receitas um recorte com este pão de forma fácil e não tinha como dar errado. Além de tudo, ficou lindo!

1/2 xícara de leite morno
1 ovo
1/4 xícara de óleo
1 tablete ou 1 colher de sopa de fermento biológico
1 1/2 colher de sopa de açúcar
1 pitada de sal
1 1/2 xícara de farinha de trigo

Bata no liquidificador o leite (antes, coloquei-o gelado por 45 segundos no microondas para ficar morno), o óleo, o ovo e o fermento (esfarelado, se for em tablete) até ficar homogêneo. Acrescente o açúcar e o sal e bata mais um pouco.

Despeje a mistura em uma tigela e misture a farinha aos poucos até ficar totalmente integrada. Coloque a massa em uma forma de pão pequena, untada e enfarinhada, e deixe descansar até dobrar de tamanho. Deixei dentro do microondas desligado por pouco mais de 30 minutos.

Leve ao forno pré-aquecido na temperatura mínima (150°C a 180°C) por mais ou menos 30 minutos, até ficar com a superfície dourada.

Para fazer um pão maior, basta dobrar a receita. Entretanto, como não tem conservantes, sugiro fazer menor e consumi-lo todo em 3 ou 4 dias, no máximo.

*Luciana Carpinelli é aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas. Seu blog é o Cozinhando para 2 ou 1 // www.facebook.com/CozinhandoPara2Ou1

matérias relacionadas