por Clarice Falcão

11 músicas e o melhor momento para ouvi-las

1 | “Big Time Sensuality”, da Björk. Música perfeita pra se arrumar pra sair naquele dia que você não tá com muita vontade, mas seus amigos insistem.

2 | Para os dias de ressaca (fui sair sem vontade de sair, olha no que deu): “From the Morning”, do Nick Drake.

3 | “Tem que morrer pra germinar. Plantar nalgum lugar. Ressuscitar no chão...” “Drão”, do Gilberto Gil, perfeita pra chorar quietinha.

4 | Já pra chorar feito adolescente: “Nitrogen Pink”, de Polly Scattergood.

5 | E como tem uma música pra cada choro, pra chorar de forma nostálgica, encostando a cabeça na janela do carro: “Martha”, do Tom Waits.

6 | Pra parar de chorar um pouco (que já tá ficando feio), nada como “Top Top”, dos Mutantes.

7 | Música casal-que-tem-uma-música-junto-enriquece--junto: “God Only Knows”, dos The Beach Boys.

8 | E daí o casal acabou e você tá péssimo, “I Am The Odd One”, Loney Dear. “I am sorry really I am sorry I ruined your plans.”

9 | Mas se o casal acabou e você quer mais é que se exploda: “Bad Self Portraits”, Lake Street Dive: “I’m taking night classes. I’m making sculptures. I’m painting bad self portraits. Of a lonely woman.”

10 | Quando você está ótimo e nem lembra mais que casal era esse, o melhor é Maria Bethânia cantando “Reconvexo”.

11 | Música pra acabar uma lista de músicas só pode ser “Essa é pra acabar”, do Luiz Tatit. “Essa é pra acabar. Foi feita só pra isso. É pra lembrar vocês. Que existem outros compromissos.”

matérias relacionadas