Tpm

por Redação
Tpm #78

 
Fruto de uma miscelânea ancestral entre japoneses, italianos e índios, Daniele Suzuki cresceu na ponta dos pés e, da disciplina do balé, trouxe elegância, postura e muitos truques de maquiagem

Quem olha a lisa cabeleira da atriz e bailarina Daniele Suzuki, 30, não imagina que ela seja, na verdade, ondulada. “Eu mesma faço o cabelo quando vou gravar”, conta. “E me maquio também. Tenho meus truques e sei exatamente o que quero.” Bailarina desde os 4 anos, formada no Municipal do Rio aos 18, aprendeu a disciplina da dança quando menina – e também a se pintar e arrumar o cabelo para os espetáculos que apresentava. Aos 13 anos, ganhou junto com a irmã mais velha uma bolsa de balé na New York University, e foi lá que fez seu primeiro curso de teatro. Mas Daniele não agüentou ficar muito tempo fora do Brasil e voltou logo para casa. “Eu era muito infantil, brinquei de Barbie até os 16 anos, jogava taco, queimada com os meninos”, se diverte. “Minhas amigas todas beijando e eu montando casinha para brincar de boneca...” Aos 18 já era bailarina profissional e fazia comerciais para pagar a faculdade de desenho industrial na PUC-RJ, onde se formou.

Hoje, na correria de gravações do programa Tribos, do canal Multishow, e da novela Ciranda de Pedra, da Globo, ela não tem muito tempo para se cuidar. Não consegue ter um horário fixo para fazer balé e não se anima com a idéia de malhar em academia. A alimentação também não anda boa: “Com o programa, viajo muito e, na correria, acabo comendo muita porcaria”. Por ser atriz e precisar estar sempre em forma, quando tem que perder alguns quilinhos corta carboidratos, toma sopa de legumes e água, muita água. Seu ritual de beleza é simples: rímel, blush e alguns centímetros a mais. “O salto não me incomoda em nada”, confessa, do alto de seu 1,60 metro. “Me sinto mais alongada, faço tudo com ele, corro, até danço forró!”

Você disse que faz sua própria maquiagem quando vai gravar e que tem seus truques. Quais são eles?
Não gosto da pele que os maquiadores de TV fazem. Tira a naturalidade do rosto, perco umas leves sardinhas que tenho... Faço meu cabelo e me maquio rapidinho. Um dos truques é passar três blushes diferentes no mesmo make e bastante rímel preto.

É verdade que seu cabelo não é liso? É mais pro ondulado, e castanho-claro! Quando fiz a Yoko da novela Pé na Jaca é que fiquei com o cabelo quase preto.

Você tem aquele pé zoado de bailarina? Danço desde os 4 anos, cheguei a dançar de seis a oito horas por dia, então não tem jeito... Cuido das unhas e tal, mas não tem muito conserto não.

Como foi sua infância, sendo japonesa, numa cidade como o Rio, em que quase não existem orientais? Eu e minha irmã éramos as únicas “olhos puxados” da escola e da rua, mas nunca me senti discriminada por isso. Como eu nunca tive amigas orientais, às vezes eu até esqueço que sou “japonesa”!



Fininha
“Meu peso varia entre 50 e 53 quilos. Não posso estar gordinha, vou à praia e tem paparazzo. Às vezes você precisa fazer uma foto e a roupa tem que caber!”

Eficiente
“Sombra, quando não é boa, fica muito esquisita. A preta de O Boticário é ótima, não perde a cor rápido, não esfarela e fica bem bacana nos meus olhos”

Salto alto
“Amo de paixão. Me sinto mais bonita, mais alongada, mais feliz. Faço tudo de salto. Compro pela cor, prefiro as mais fortes, amarelo, verde, vermelho...”



Truque
“Uso três blushes diferentes, o da M.A.C NW 45, o cremoso vermelho da Revlon e um marrom cremoso da marca Milani, que comprei em Miami”

Esse é meu!

“Não abro mão do pó da M.A.C. Sempre que me maquio para a TV e não faço a pele com base, é ele que eu uso! Sei que funciona direitinho, não troco por outro”

Olho de boneca
“Uso muito rímel, então às vezes gosto de cílios postiços para dar um descanso para os verdadeiros. Compro um montão em Miami quando visito minha irmã”



Cabeleira
“Fiz uma campanha para a L’Oréal e, vou dizer, a tintura deles é ótima. Fiquei loira duas vezes, depois usei cor de chocolate e meu cabelo continua bom”

Guerreira
“Fico vários dias sem tirar a maquiagem, aí uso um sabonete esfoliante Apricot Scrub. Até tenho um demaquilante, mas uso especificamente para os olhos”

Bailarina
“O balé me trouxe muita disciplina. Queria voltar a fazer aulas, mas está difícil arrumar um horário em que eu sempre esteja disponível”
fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar