Tpm / Moda

por Izabela Costa
Tpm #132

É nos brechós e nas feiras hippies que a stylist encontra suas roupas

Tem uma coisa que a stylist Maria Clara Martins, 28 anos, levou do trabalho para a vida pessoal: a organização de seu armário. Alguns anos na rotina de produção de moda deram a ela praticidade na hora de encontrar as peças certas. “Separo as roupas por cores, tipos de tecido e comprimento das mangas”, justifica. Avessa a eventos de moda e pouco obediente às tendências, a stylist brasiliense não deixa a moda limitar suas vontades. “Quando me visto, gosto de desconfigurar. Quanto mais mixado melhor”, comenta.

Os acessórios preferidos são os de valor afetivo, como as alianças dos pais, que nunca tira dos dedos. O colecionismo fica para as lingeries e camisolas, em especial o enxoval de lua de mel que herdou da avó. De resto, ela procura o que mais a agrada em brechós, mercados de pulga e feiras hippies. Outra fonte são os amigos estilistas. “Não tenho uma marca favorita nem vou ao shopping. Gosto de garimpar minhas roupas”, diz a respeito das diferentes peças que usa no dia a dia. E aconselha: “O principal é ter bom senso, jogar com o visual e, claro, estar confortável”.

matérias relacionadas