por Nataly Cabanas
Tpm #108

Veja o ensaio exclusivo do ator Jonatas Faro para a Tpm com fotos de Autumn Sonnichsen

Aos 23 anos, depois de assumir o papel de pai, o ator Jonatas Faro estreia seu primeiro personagem em horário nobre, em Insensato Coração - e, aqui, mostra a real

 

Confete e serpentina a postos, o Rio de Janeiro se preparava para os dias de folia na sexta-feira de Carnaval, quando a reportagem da Tpm almoçou com Jonatas Faro. Foi com tanto riso, oh, quanta alegria que o ator contou sobre suas últimas estreias: na ficção, é Rafa Cortez, personagem da novela Insensato Coração; na vida real, provavelmente a mais importante delas, é a que entrará em cartaz a partir de maio, em tempo integral e caráter permanente: aos 23 anos, Jonatas será pai.

Nascido e criado em Niterói, ao lado das duas irmãs mais velhas, ele viu seus pais se separarem na adolescência e, desde então, esteve sempre acompanhado pela mãe. Por exemplo, quando foi gravar Chiquititas na Argentina e morou lá nesse período. Aos 17 anos, para cortar o cordão umbilical, se mandou para Nova York. Passou o ano de 2003 aprendendo inglês, trabalhando como garçom, manobrista e devorando musicais da Broadway.

A trajetória artística de Jonatas se iniciou aos 10 anos. Decidido a fazer parte da febre infantil Chiquititas, o garoto procurou “SBT” na lista telefônica e ligou insistentemente até conseguir agendar um teste de elenco. Passou. E ali, como o doce Samuca, começou sua carreira de ator mirim.

Meu nome é trabalho
Onze anos mais tarde foi a vez de os palcos e de o teatro musical ocuparem sua agenda. Fez parte do elenco de Hairspray, adaptação brasileira para o musical da Broadway. A essa altura, Jonatas já havia ampliado o currículo, sempre emendando um trabalho no outro: no SBT, fez a novela Marisol (2002) e, na Globo, Um Anjo Caiu do Céu (2001) e Malhação (2008), além do filme Aparecida – O Milagre (2010).

Foi durante os ensaios da comédia musical que conheceu a futura mãe de seu filho, a atriz Danielle Winits. Ali interpretou o garotão popular Link Larkin, de topete rockabilly, que trocava a platinada vilã, Amber von Tussle (Danielle), pela espirituosa gordinha Tracy Turnblad. A história sem happy ending para os personagens era um começo feliz na vida real – embora só tenham ficado casados por quase quatro meses. Sobre o fim inesperado da relação, Jonatas revela: “Isso acontece com todo mundo, todos estamos sujeitos a isso. O casamento terminou por circunstâncias da vida, o respeito e a admiração ficam. O que importa daqui pra frente é o fruto dessa nossa relação”.

"O casamento terminou por circunstâncias da vida, o respeito e a admiração ficam. O que importa daqui pra frente é o fruto dessa relação"

A descoberta de que seria pai aconteceu em Nova York, onde estava a passeio com a ex-mulher, hospedados na casa do diretor Wolf Maia. Quando leu “pregnant” no teste de farmácia, ele sentiu a perna bambear e a cabeça rodar. Vagaram “sem rumo” pela cidade, mas, passado o susto, as três semanas seguintes foram “só alegria”. A temporada nos Estados Unidos também serviu para desenvolver novos projetos, nos quais pela primeira vez atua também como coprodutor de dois espetáculos. “A prioridade agora é dar conta das complexidades e nuances que o personagem Rafa vai atravessar durante a trama da novela”, explica o empresário Marcelo Sebá. Mas, a partir de julho, ao lado de Sandro Chaim, Jonatas assinará também como produtor a versão brasileira para o musical da Broadway Xanadu. No intervalo entre a temporada carioca e a paulista do espetáculo, será a vez de o texto Nós 4, tradução do americano Itamar Moses, entrar em cena. A peça reflete “sobretudo a amizade”, diz. “Dois melhores amigos passam por um conflito: a questão de um se sentir enciumado pelo sucesso alcançado pelo outro.” Para atuar ao seu lado, convidou o ator e também amigo há mais de dez anos, com quem contracena em Insensato Coração, Thiago de Los Reyes.

Acelerado
Há pouco mais de um mês no horário nobre televisivo, ele já sente o alcance da novela. Na primeira semana no ar, foi reconhecido dentro de seu carro com vidro filmado. “Uma mulher estava atravessando a rua, mas parou bem em frente ao meu carro. Chamou outra mulher e as duas ficaram me encarando. Pensei: ‘Ih! Caramba! Será que eu bati?’”, conta. Desde que soube que seu personagem praticaria wakeboard, dois anos atrás, decidiu se tornar pró no esporte – o ator também pratica mergulho e está a três saltos de conseguir o título oficial de paraquedista e repetir a sensação que, segundo ele, ninguém deveria morrer sem conhecer: “A de cair como uma pedra no vazio, a 15 mil pés de altitude”.

O relógio biológico de Jonatas parece mesmo acelerado. Mas conta que só agora decidiu começar a dedilhar seus primeiros acor-des no violão, e sobre isso medita: “É... depois de velho é que fui querer aprender a tocar”.

– Como assim, velho, Jonatas?...

– Quer dizer, depois de crescido – corrige.

Na hora de pedir a conta, revela seu lado gentleman e subverte os papéis:

– Eu te convido.

– Não, deixa eu pagar, você é o meu entrevistado.

– Nada disso, você é que é a minha entrevistadora.

matérias relacionadas