por Isabelle Doudou
Tpm #98

A jornalista e designer Mirna Ferraz mora em um apartamento no Rio que parece uma casa


Conseguir apartamentos no bucólico bairro do Humaitá, no Rio de Janeiro, é quase uma missão impossível. Concorridíssimos e alugados no boca a boca, nunca chegam a ser anunciados em jornais, nem mesmo se veem placas de aluga-se. Com Mirna não foi mais fácil: ela esperou quatro anos até receber o telefonema de uma amiga, nascida no bairro, indicando um apartamento que estava vagando, numa rua fechada povoada mais por casas do que prédios. “Aluguei o apartamento com a ex-inquilina ainda morando, para você ter uma ideia. Encontrar casa no Rio é uma guerra, tudo é apertado e caro”, conta ela. A espera, porém, valeu a pena. Uma joia de apê com três quartos, encravado na floresta da Tijuca. Com 3 metros de pé-direito, a construção tem fundos para um parque e um quintal – privilégio do primeiro andar – que ocupa 70 dos 210 metros quadrados totais. Cheio de bichos, passarinhos e até macacos, o quintal pode ser visto da parede de vidro da sala, e é onde o filho, Matias, 7, brinca com os colegas da escola ou onde o casal recebe amigos para tomar um vinho sentindo a brisa da noite. “Gosto muito do silêncio absoluto das noites e da possibilidade de criar meu filho em um apartamento que parece uma casa, mas que tem o conforto e a segurança de um prédio.”

O escritório e ateliê, onde ela cria e desenvolve as bolsas e sapatos que vende na sua loja, a bacanérrima Alice Disse, fica a alguns quarteirões, e ela vai trabalhar a pé, percorrendo as ruas do bairro, que mais parece cidade do interior, próximo à lagoa Rodrigo de Freitas e ao Jardim Botânico. “Você vai ouvindo os sons de cada casa, sentindo os cheiros. Só quando vai se aproximando da avenida Humaitá é que percebe que está numa grande cidade!”, diz. O escritório do marido, que ficava em um dos quartos do apartamento, vai ser transferido para o ateliê. É que em alguns meses chega a mais nova integrante da família. O quartinho já está sendo preparado. E, se depender da mãe, vai ficar incrível como tudo o que faz.

matérias relacionadas