Tpm

por Maria Zelada
Tpm #121

Para a arquiteta, o conforto pode – e deve – andar junto com estética e estilo

Desde 2008 a paulistana Isabella Scalise, 31 anos, tem sua própria empresa, o Studio Mundo. Versátil, ela projeta casas, consultórios, escritórios, móveis, casinhas para cachorro... “Se é arquitetura, a gente faz”, anuncia. O trabalho do momento é a elaboração completa de uma casa de família no bairro do Morumbi, em São Paulo, e é o primeiro totalmente feito pelo estúdio. “Gosto de fazer residencial porque é preciso ter um lado psicólogo. Vou construir a casa de uma família, é um sonho dessas pessoas, então dá muita satisfação. Mas tem que ter paciência. Sei até onde vão guardar a cueca!”

Por causa da profissão, Isabella passa no mesmo dia por uma obra e por uma reunião com cliente. Sem perder o conforto de vista, ressalta seu gosto por cortes geométricos e explica que “a estética deve estar presente. Quando contratam um arquiteto, contratam também uma imagem”. Por isso, busca um estilo coringa, que a deixe confortável e pronta para obra, reunião ou encontro com amigas. Um dos truques é calça com cintura alta: “Desenha a silhueta e não tem problema porque não deixa nada aparecer”, brinca.

matérias relacionadas