Tpm

por Juliana Menz
Tpm #121

Contra a maré, a estilista Helen Rödel usa técnicas manuais para uma produção exclusiva

 

A estilista Helen Rödel, 29 anos, escolheu o tricô como ponto de partida para suas peças. Se engana, porém, quem pensa em peças de avó esquecidas no fundo do armário. As criações têm cores vivas, decotes, transparências e design atual. Moderna, Helen foi convidada, em 2009, a participar da Semana de Moda Islandesa – famosa por selecionar jovens estilistas de vanguarda, que já teve como patrona a inglesa Vivienne Westwood.

Há quatro anos Helen desafia o mercado da moda ao produzir peças de roupa que levam quase um mês para ficarem prontas. A gaúcha acredita que o tricô e o crochê são uma herança cultural que atravessa os tempos. “Foi quando decidi trabalhar apenas com técnicas manuais que tudo começou a fluir”, afirma ela, que atende clientes com hora marcada em Porto Alegre.

Este mês, sua marca, Rödel Latin America, estreia na Casa de Criadores. A coleção, inspirada na Londres dos anos 60, terá tramas de pedras, além de tricô e crochê, todas feitas pelas seis artesãs que integram o time da marca. “A grande dificuldade do trabalho artesanal é encontrar mão de obra qualificada. E, ao encontrar, paciência é fundamental”, explica.

Vai lá: Rödel L.A. – www.helenrodel.com.br

matérias relacionadas