por Daniel Balaban
Tpm #94

Vai viajar e não sabe se leva uma mala de dinheiro ou um cartão? Quer dar adeus ao chefe?

Tpm. Em viagens internacionais, o melhor caminho é usar o cartão de crédito ou levar dinheiro trocado/traveler’s check? O que pode ser mais econômico?

O traveler’s check é uma forma mais segura de levar dinheiro para sua viagem, pois é necessária a sua assinatura no verso ou uma senha se optar por cartão recarregável. E, em caso de roubo, existe o seguro da administradora. Ao mesmo tempo, dá certo trabalho trocá-lo por dinheiro vivo e não é razoável viajar apenas com ele. O cartão de crédito traz a vantagem de concentrar todos os seus pagamentos em uma data única, já o dinheiro trocado é aceito em todos os lugares. O ideal é levar dinheiro trocado em um montante que seja coerente com as suas despesas em alimentação e transporte, metade desse valor em traveler’s check como margem de segurança e o cartão de crédito reservado para aquelas comprinhas de maior valor.

Tpm. Para quem quer abrir um negócio próprio, como calcular o investimento inicial? Quando começa a dar lucro?

Se você está pensando em abrir um negócio próprio deve pensar em oferecer um produto ou serviço que seja melhor, mais barato, mais bonito ou mais eficiente do que os que já existem. Se não conseguir preencher pelo menos uma dessas características pense duas ou dez vezes até encontrar alguma ideia que se encaixe nessa regra. Além do dinheiro para abertura, compra de máquinas e material, aluguel do escritório, custos de pessoal, divulgação, marketing, assessoria de contabilidade e advogados, você ainda deve pensar em separar algum dinheiro para manter a sua estrutura com um baixo volume de clientes (dos primeiros seis meses a um ano) e para manter suas despesas pessoais nesses estágios inicias. Lembre-se de separar o seu dinheiro do dinheiro da empresa, não poderá “sair pegando” dinheiro do caixa só porque é a dona. Esta é a hora de organizar suas finanças para que a sua estratégia seja bem-sucedida. Uma grande parte da sua nova responsabilidade será administrar os custos da sua empresa, e você não conseguirá fazê-lo se não consegue administrar os seus custos pessoais. O objetivo de qualquer empresa é dar lucro, e o lucro nada mais é do que a receita – tudo aquilo que você ganha – menos a despesa. O seu orçamento mensal é bem similar ao orçamento de uma empresa, ou seja, se você consegue economizar (ou dar lucro) a cada mês significa que suas receitas são maiores do que as suas despesas, portanto você está tendo um lucro. Isso é um bom indicador (obviamente não é o único) de que a sua empresa poderá ser bem administrada.

matérias relacionadas