por Mariana Perroni

Dá para ajudar a salvar a vida de alguém sem ser médico e sem doar dinheiro

E se eu dissesse que dá para ajudar a salvar a vida de alguém sem ser médico/enfermeira/socorrista? Não, não precisa doar dinheiro também.

Um pessoal de Londres desenvolveu algo que ilustra uma coisa pela qual me interesso há vários anos: o uso da internet e dos smartphones para promover saúde e salvar vidas. Tudo isso feito por meio de um simples aplicativo gratuito chamado GoodSam (que vem de "good samaritan" ... e "bom samaritano", no nosso bom português).

Já foi comprovado por inúmeros estudos que, em uma emergência, quanto mais rápido é o atendimento inicial, maior a chance de sobrevida da pessoa em sofrimento. Ok, uma ambulância pode estar a apenas alguns quilômetros de distância... mas e se alguém com capacidade para prestar o socorro inicial estivesse na esquina? Ainda mais no caso de uma cidade como São Paulo, em que o trânsito ogro limita em muito a atuação do SAMU. 

É justamente aí que entra o GoodSAM. Ele usa o GPS e Google Maps para identificar a localização da emergência notificada pelo Alerter e, em seguida, notifica a pessoa mais próxima (e capacitada, obviamente) para prestar atendimento. Se ela não puder ajudar, a segunda pessoa mais próxima é notificada. E assim sucessivamente...

Se você for baixá-lo, verá que há dois aplicativos: O Alerter, que está disponível para todos e permite notificar uma emergência, e o Responder, que permite que pessoas capacitadas a prestar atendimento se cadastrem para serem notificadas no caso de uma emergência a poucos metros de onde estiverem.

Segundo o criador, basicamente, o que o aplicativo faz é permitir que alguém a grite por socorro, muito alto. De forma que o médico/enfermeiro/socorrista no posto de gasolina saiba que alguém dentro do supermercado ao lado está tendo uma parada cardíaca, por exemplo.

Achei a idéia com um potencial tão grande para o bem, que queria pedir a todos que baixem o Goodsam. Seja como alerter (notificando a emergência) ou como responder (prestando o socorro propriamente dito).

Sim, eu acredito em um mundo em que ainda provaremos que dá pra usar a internet mais do que para fazer comentários agressivos em portais e os smartphones para algo diferente de selfie.

Quer saber mais? clique aqui.


link pro Alerter para iOS: https://itunes.apple.com/us/app/goodsam-alerter/id814827979?mt=8

Alerter para android: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.goodsam.alerter

Responder para iOS: https://itunes.apple.com/us/app/goodsam-responder/id815154202?mt=8

Responder para android: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.goodsam.responder

**Não, nada disso tem fins lucrativos**


* Mariana Perroni é médica clínica e intensivista. Atua em consultório e UTIs de São Paulo/SP

Página do blog no Facebook: www.facebook.com/palpitacao
Twitter: @mperroni


matérias relacionadas