’’Aborto e
topless são
proibidos?
Como?’’

por Nina Lemos
Tpm #153

’’Como assim o aborto não é legalizado no Brasil? Mas em que tempos vocês estão, nos anos 50?’’

"Como assim o aborto não é legalizado no Brasil? Mas em que tempos vocês estão, nos anos 50?", diz Nina Christina, uma alemã de 36 anos que olhava para mim com espanto. E eu arrematei: "O topless também é proibido". Pronto. Ela entrou em choque. Esses dois tópicos costumam chocar moças e moços além mar. Ninguém se conforma que no Brasil, o país da liberdade sexual, o aborto seja proibido. E muito menos o topless. "E aquelas bundas na praia? Aquilo pode?", pergunta Nina. Desisto de explicar. E ela volta a falar do aborto. "Mas eu não acredito, isso é um escândalo."

Na Alemanha o aborto é legalizado desde 1977 na parte ocidental. Já na antiga Alemanha comunista é legal desde 1974. Hoje, funciona assim: se você está grávida e quer abortar, deve ter autorização de dois médicos. Com a autorização na mão, você vai a uma clínica legal e o procedimento será pago pelo seu plano de saúde. 

Andreia Prado, que vive em Lisboa, também já perdeu a conta de todas as vezes que teve que explicar que em seu país de origem o aborto é proibido. "Ficam chocados. Todo mundo acha que o Brasil é superlibertário. Quando eu falo que as mulheres não podem fazer topless em Copacabana tem gente que simplesmente não acredita. Eles não sabem que o Brasil é hipócrita", diz a administradora de empresas. Ela conta que o aborto foi legalizado em Portugal em 2007 depois de um referendo popular. 

O aborto é legalizado em quase todos os países europeus (com diferenças nas leis). Mas, alguns, como a Irlanda, conseguem ser mais conservadores que o Brasil. "Aqui é totalmente proibido. Soma-se a isso a maioria da população ser contra o casamento gay e existirem escolas separadas para meninos e meninas", conta a produtora Marieta Scatimburgo, que vive na Irlanda. "Mas todos acham que o Brasil é liberal. Que nossa realidade é outra."

Sai para lá, complexo de vira-lata. Agora, temos que concordar com as gringas. O aborto não ser legalizado no Brasil (e nem o topless) é surreal. Venham para a luta, companheiras gringas!

fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

1 ANO
11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

1 ANO
11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

2 ANOS
22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

2 ANOS
22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar