por Kátia Lessa

Listamos passeios memoráveis para quem vai visitar o estado americano. Parque que abriga um dos maiores vulcões em atividade do mundo é um deles

Topo do Haleakala

Na ilha de Maui reserve um dia para acordar as 3:30 da manhã. É cedo, mas vale o esforço. Vista seu melhor casaco (é frio mesmo, acredite), luvas e cachecol e por cerca de 90 dólares empresas como a Roberts Hawaii oferecem um passeio -que inclui café da manhã- até o alto do vulcão inativo Haleakala. O percurso de ônibus até o cume leva duas horas, e as 5:30 da manhã dezenas de pessoas posicionam-se diante de um horizonte de nuvens para ver o nascer do sol na paisagem vulcânica. Inesquecível.

Road to Hana

Ainda em Maui, separe um dia todo para percorrer a estrada de Hana no extremo leste da ilha. Ali, dizem os havaianos, o caminho é o destino, ou seja, a ideia é aproveitar a paisagem da própria estrada durante 8 horas de passeio. O percurso para Hana é sinuoso e entre as mais de 600 curvas e centenas de pontes é possível ver cachoeiras, praias e falésias à beira mar. Se for de carro, lembre-se de abastecer antes de sair pois não há postos de gasolina no caminho.

Mergulho em Molokini

Quem gosta de mergulhar vai adorar explorar a cratera de um vulcão submerso já extinto que fica a 3km ao sul do litoral da ilha de Molokini. Os tour saem de Lahaina ou Ma‘alaea e só podem ser realizados por empresas cadastradas como a Pride of Maui - www.prideofmaui.com, que oferece opcões de passeios que custam por volta de 100 dólares.

Parque Nacional dos Vulcões

Quem vai a Big Island não pode deixar de percorrer os133.551 hectares do Parque Nacional dos Vulcões. A não ser que você seja um sujeito de sorte (ou azar) vai conferir vulcões ali em erupção com lava escorrendo das crateras. Mas mesmo assim, o passeio vale a pena. É lá que fica o Kilauea, um dos maiores vulcões em atividade hoje no mundo. O percurso mais simples que pode ser feito em 3 horas é o que começa ao norte, na Crater Rim Drive, que tem 17km, circunda a cúpula  do vulcão e atravessa uma paisagem desértica e uma floresta tropical. No caminho, faça paradas no Lava Tube, um túnel esculpido pela lava sob o solo, nos Sulphur Banks e Steam Vents, onde é possível seguir trilhas de fumaça e vapor de enxofre, e na Halemaumau crater, conhecida como o lar de Pele, a deusa dos vulcões. O Parque fica aberto 24h e uma das atrações é uma luz avermelhada que só pode ser vista de madrugada sobre a cratera do Kilauea, o chamado glow do magma que fica lá dentro. Vale investir em um guia que conheça a vegetação da região pois há diversas lendas que falam sobre as plantas locais.

Pôr-do-sol no Maunakea

Outra atração gelada é conferir o pôr-do-sol no alto do vulcão inativo Maunakea, cujo cume fica a 4,200m acima do nível do mar e o oxigênio fica rarefeito. O local é um dos melhores locais do planeta para observação de estrelas e por isso abriga um observatório de astronomia. Dica importante: se for tentar o passeio alugue um veículo 4x4 porque a estrada não é simples e dependendo da época do ano o turista enfrenta neve por ali.

matérias relacionadas