por Redação

A atriz cearense se formou em Direito, mas preferiu a televisão e fez mais de 15 novelas

A entrevistada de hoje é com a atriz Luiza Tomé. Nascida em Itapipoca, no Ceará, ela cresceu entre a fazenda da família em São Bento da Amontada e Fortaleza. Aos 9 anos, junto da mãe e dos três irmãos, se mudou para o Rio de Janeiro, onde aconteceria a grande virada da sua vida. Fascinada pelo mundo das artes cênicas ela investiu na carreira de atriz, reativou o teatro do colégio de freiras onde estudou, trabalhou como bilheteira e até fugiu de casa para que a mãe aceitasse sua profissão.

Em 1984 veio a primeira grande chance, na novela Corpo a Corpo, da Rede Globo. Mas a consagração viria no trabalho seguinte, na novela Tieta, de 1989. De lá para cá foram diversos papéis na Globo até trocar a emissora, depois de 20 anos de casa, pela Record, onde atuou na Cidadão Brasileiro, Luz do Sol, Os Óculos de Pedro Antão e, mais recentemente, na novela Bela, a Feia. Atualmente, está em cartaz em São Paulo com a peça Mulheres Alteradas, baseada na obra da cartunista argentina Maitena.

matérias relacionadas