”Como ressocializar
quem nem socializado
foi?”

por Alexandre Potascheff

Um juiz e um ex-detento. O advogado Ibere de Castro Dias e o rapper Dexter refletem sobre jovens da periferia, oportunidades, crime, cadeia e PCC

Eles tem trajetórias de vidas completamente diferentes, mas que se encontram a favor de uma causa comum. Iberê de Castro Dias, paulistano criado no bairro de Cerqueira César, é advogado, formado pela PUC de São Paulo. Atualmente, é juiz titular da Vara da Infância e Juventude de Guarulhos e assessor da Corregedoria Geral da Justiça de São Paulo. Mais do que isso, é idealizador de uma série de projetos que buscam amenizar a brutal falta de oportunidades para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Entre esses projetos estão o Adote um Boa Noite, que incentiva a adoção de crianças com mais de 7 anos, e o Sua que é Suaque utiliza o esporte, mais especificamente a corrida, para resgatar a autoestima e estimular o convívio social de jovens moradores das casas de acolhimento da cidade.

LEIA TAMBÉM: "Tem uma grande diferença entre ser pró-reforma de política de drogas e ser pró-drogas’’, diz a cientista política Ilona Szabó ao Trip FM

Marcos Fernandes de Omena, mais conhecido no mundo do hip hop como Dexter, é cria do Jardim Calux, em São Bernardo do Campo e estudou até a quinta série. Correndo atrás do sonho de ser rapper, na década de 90 tomou um atalho que o levou direto pra cadeia. Enquanto pagava sua pena, bem atento à máxima que diz “cabeça vazia, oficina do diabo”, se juntou ao amigo de infância, o rapper Afro X, e formou o grupo 509-E (uma referência à cela que dividiam no tenebroso Pavilhão 7 do Carandiru).

Ainda na prisão, começou uma carreira solo que lhe rendeu os aclamados discos Exilado Sim, Preso Não, Flor de Lótus e Dexter e Convidados. Depois de pagar sua dívida com a justiça (13 anos e 3 meses), ele se divide entre shows e encontros com jovens em que busca mostrar que o crime não compensa. Também é divulgador de  projetos como o Trampo Justo, a nova empreitada do juiz Iberê, uma iniciativa que estimula empresas a contratarem jovens de casas de acolhimento para prepará-los para a vida sem a proteção do Estado.

No Trip FM, a dupla reflete sobre a falta de oportunidades para os jovens da periferia, o preconceito da sociedade em relação à ex-detentos, crime, PCC, cadeia, porte de armas e descriminalização das drogas.

ESCUTE A ENTREVISTA COMPLETA NO PLAY ABAIXO:


SET LIST
Talking Heads —  Found a Job
Desmond Dekker —  Fu Man Chu
Eric Clapton —  Cajun Moon
Dexter —  Respeito é Fundamento 
Ouça as músicas deste episódio e as que já rolaram no Trip FM em 2019



fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

1 ANO
11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

1 ANO
11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

2 ANOS
22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

2 ANOS
22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar