por Alexandre Potascheff

Felipe Bronze, um dos principais chefs de cozinha do Brasil, fala sobre gastronomia, política e seu trabalho na televisão

Felipe Bronze é um dos mais importantes e premiados chefs do Brasil. Sua intimidade com a cozinha vem de berço: sua família tinha uma empresa de catering no Rio de Janeiro. Na adolescência, ainda com 19 anos, resolveu investir sério na profissão e, com um empurrãozinho do colega Claude Troisgros, se mandou para Nova Iorque, onde se formou no The Culinary Institute of America. De volta pro Brasil, abriu algumas casas que não emplacaram, até que, em 2010, inaugurou o Oro, seu atual restaurante no Rio de Janeiro que acaba de conquistar duas estrelas no importantíssimo Guia Michelin. Em paralelo ao trabalho como chef, em 2004 ele começou a fazer pequenas participações em quadros culinários na televisão e, neste ano, apresentou nada menos do que quatro programas no canal GNT: Que Seja Doce, Perto do Fogo, The Taste Brasil e Jogada de Chef.  Prestes a inaugurar, aqui em São Paulo, um novo restaurante, o Pipo, que ficará lá no Museu da Imagem e do Som, Felipe conversa com o Trip FM sobre sua ligação com o jiu-jitsu (o cara é faixa-preta), sobre política, gastronomia e seu novo projeto na televisão: “vamos fazer um negócio imenso na Record”.

ESCUTE A ENTREVISTA COMPLETA NO PLAY ABAIXO:


SET LIST
Arctic Monkeys —  Fireside
The Wailing Souls —  Act of Affection
Erma Franklin —  Piece of my Heart
Tim Maia —  Batata-Frita, o Ladrão de Bicicleta
Ouça as músicas deste episódio e as que já rolaram no Trip FM em 2018

Créditos

Imagem principal: Fernando Martins

matérias relacionadas