por Layse Moraes

A autora do Manual prático de bons modos em livrarias faz sua listinha de guilty pleasures para relaxar nas férias

Sabe aqueles livros que a gente tem um pouco de vergonha de ler e depois sente um tico de culpa por ter gostado? É igual comédia romântica hollywoodiana, por mais que a gente ame um filme mais denso e cheio de nuances, quem resiste a assistir De repente é amor pela décima vez quando vê passando na TV?

As férias estão aí e esse é o melhor momento para ler coisas despretensiosas - e sem culpa, porque disso todo mundo já tá cheio. Por isso a Hillé, dona do blog Manual prático de bons modos em livrarias e autora do ótimo livro homônimo, fez uma lista de livros viciantes, desses que a gente não consegue desgrudar: “Puxei da memória algumas coisas que li, gostei e tenho vergonha de admitir (com exceção do Livre)”, diz ela. Quem nunca, né?

Veja na galeria.

(*) Layse Moraes é uma jornalista apaixonada por livros e mantém o blog Coração Nonsense

matérias relacionadas