My Girl Toys: Brinque
como uma garota

por Isabela Mena

Mãos, pernas, peitos e bundas que se pegam, esfregam e lambem. Tudo isso no projeto fotográfico de Lud Lower

O corpo da mulher que clica ao mesmo tempo em que interage com quem está do outro lado da câmera — sempre outra mulher — mostra um jogo sexual. Se é só jogo de cena, cabe à interpretação do expectador. O projeto fotográfico de Lud Lower, 25, My Girl Toys, é, segundo a autora, um convite à imaginação. “Não tem a ver dizer se tiramos toda a roupa ou se rolou alguma coisa depois do ensaio. Fica no ar e as pessoas imaginam o que quiserem”.

Em português explícito: mãos, pernas, peitos e bundas que se pegam, esfregam e lambem. Elas não estão totalmente nuas, mas de lingerie, já que é no Instagram que as fotos e os GIFs são publicados. Fotógrafa profissional, Lud quer, mais para frente, publicar o MGT em livro, assim como fará com o My Boy Toys, versão precursora, em que contracena com homens. Lançado em março deste ano, tem quase 7 mil seguidores no Instagram.

Ambos os projetos miram mulheres porque o objetivo é quebrar tabus sobre a sexualidade feminina. “Nós, mulheres, somos vistas como santas, a sociedade pensa que a gente não faz sexo casual, que não gosta de pegação. Mas é mentira, e a gente pensa tanto em sexo quanto os homens. O mercado é todo voltado para o prazer masculino”. Suprir a demanda do desejo das minas se torna um outro subjetivo, intrínseco.

LEIA TAMBÉM: Mayara Rios gosta do nu feminino. Para fotografar ou ser fotografada

A palavra expectador no começo do texto é genérica mas só porque Lud sabe que homens se interessam em ver duas ou mais mulheres juntas (há fotos à la threesome). No esqueleto do My Girl Toys havia uma dúvida genuína: abrimos o conceito para aumentar a penetração no Insta? O plural da questão envolveu amigas e, principalmente, suas parceiras na empreitada, as meninas do grupo de dançarinas Twerk Brazil, criado por Beatriz Povreslo, a Dj Brisa. Elas então decidiram focar apenas em mulheres e de todas as orientações sexuais.

Como nasce em conjunto com o Twerk Brazil, o My Girl Toys vai ser lançado ao mesmo tempo em ambas as plataformas e na primeira sessão de fotos Lud interage com Brisa e duas dançarinas do Twerk, Je Trindade e Brilhante Adne. Segundo a fotógrafa, o ensaio foi tranquilo. “Conversamos, bebemos, colocamos uma música e fomos deixando rolar. As meninas são super criativas, também davam ideias. E não são nem um pouco tímidas”, conta.

LEIA TAMBÉM: Projeto fotográfico exalta a beleza da mulher negra

Tímida ficou Lud nos três primeiros ensaios do My Boy Toys até porque a relação que tinha com os meninos era de amizade (e se virou algo mais do que isso, já ficou claro, ela deixa para você imaginar). Ela diz que teve a ideia de fazer os projetos quando ainda era casada (Lud casou aos 19 anos) mas o marido não permitia que ela pusesse em prática. “Foi a primeira coisa que fiz depois que me separei”.  E se você se apaixonar um por um cara que tenha ciúme dos projetos? “Ele vai ter que confiar em mim. Não vou parar por causa de homem”. 

fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

1 ANO
11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

1 ANO
11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

2 ANOS
22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

2 ANOS
22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar