por Rafaela Pietra

Ensaio de André Arruda com fisiculturistas lança novos olhares para a beleza feminina

Horas na academia, mudança de hábitos alimentares, suplementos e treino pesado. Tudo isso somente para atingir níveis incríveis de desenvolvimento e força muscular. Essa é a vida de pessoas que investem na transformação do corpo e se dedicam ao fisiculturismo, o polêmico esporte que divide opiniões, principalmente quando o atleta é uma mulher.

A opção de trabalhar os músculos até alcançar a hipertrofia somente pela imagem, transformando corpos e mentes pelo prazer da competição foi objeto de estudo do projeto fotográfico de André Arruda, intitulado Fortia Femina – Aceitação e Preconceito. O brasileiro, que se dedicou integralmente ao registro de mulheres e seus corpos hiper musculosos, diz que se surpreendeu com o preconceito sofrido pelas fisiculturistas e decidiu fotografá-las para lançar novos olhares para a beleza feminina e quebrar paradigmas.

O trabalho reúne mais de 80 fotografias incríveis de mulheres que competem nas três categorias básicas do esporte: Fitness, Figure e Bodybuiding. Surpreendente e impactante, a obra nos faz pensar: será que o que vemos é realmente aquilo que parece ser?

Vai lá: www.andrearruda.com

(*) Rafaela Pietra escreve para o blog de arte e cultura BLCKDMNDS

Créditos

Imagem principal: André Arruda

matérias relacionadas