por Layse Moraes

João Anzanello Carrascoza transita entre infância e maturidade em seu primeiro romance

O escritor João Anzanello Carrascoza transita entre os espaços da infância e da maturidade em seu primeiro romance

Será lançado na terça-feira, dia 20 de agosto, Aos 7 e aos 40 (Cosac Naify), primeiro romance de João Anzanello Carrascoza, um dos maiores contistas contemporâneos.

A narrativa apresenta recortes de um mesmo personagem em dois momentos da vida, na infância e na fase adulta. Amor, morte, amizade, descobertas e a própria simplicidade do cotidiano são contados, assim como o título deixa claro, aos 7 e aos 40.

Apesar de ser apresentado como um romance, Carrascoza disse recentemente, no Autores & Ideias da Biblioteca de São Paulo, que o livro pode ser lido de dois jeitos: da forma linear, como uma única história, ou fora de ordem, já que os capítulos funcionam de forma independente, como se fossem contos.

Aos desavisados, Miguel Conde diz na orelha do livro, “A narrativa de João Anzanello Carrascoza produz uma espécie de vertigem emocional, pois nela o envolvimento do leitor não é construído aos poucos, pelo desenrolar dos acontecimentos, mas convocado logo de cara por uma voz que narra num grau máximo de comoção a trama que mal começamos a acompanhar”.

Aos 7 e aos 40, de João Anzanello Carrascoza (Cosac Naify) - R$ 39,90

Vai lá: Lançamento de Aos 7 e aos 40 - João Anzanello Carrascoza
Quando: Terça-feira, 20 de agosto, às 19h
Onde: Livraria Martins Fontes Paulista - Av. Paulista, 509 (11 2167-9900)

(*) Layse Moraes é uma jornalista apaixonada por livros e mantém o blog Coração Nonsense

matérias relacionadas