por Carol Ito
Tpm #175

Como é o ritual da bênção do útero na lua cheia, que reconecta mulheres à sua essência e acontece cinco vezes ao ano, simultaneamente em 150 países

“As mulheres são pressionadas a seguirem determinados comportamentos, padrões de beleza, de maternidade, etc. A Bênção Mundial do Útero existe para que possamos nos reconectar com a nossa essência”, explica Dora Steimer, 34, e Moon Mother há um ano.

O ritual acontece cinco vezes por ano simultaneamente em mais de 150 países, sempre em época de lua cheia e sob orientação das Moon Mothers, facilitadoras formadas pela escritora e terapeuta espiritual britânica, Miranda Gray, que criou a bênção, em 2012.

Sentadas em círculo, eu e mais dez mulheres iniciamos o ritual no dia 31 de abril, num espaço que oferece terapias holísticas, em São Paulo. Há uma lista de itens obrigatórios para participar - vela, cuia, lenço, um objeto que representasse o feminino (levei um colar que tem valor afetivo) e fotos de ancestrais maternas. Usar roupa confortável, de preferência, saia longa, também estava entre as recomendações, já que a cerimônia dura cerca de quatro horas.

As pequenas cuias foram preenchidas com água e representavam o útero de cada uma. Os objetos femininos e as fotos de mães, avós e bisavós dispostos num balcão, serviram para canalizar as boas energias em direção às ancestrais familiares. O ritual tem duas meditações orientadas por textos de Miranda Gray, que não passam de 20 minutos.

LEIA TAMBÉM: Jetsunma Tenzin Palmo: A monja feminista

As instruções da meditação pediam para que mentalizássemos nosso útero como uma planta, de onde saem raízes que se prendem ao chão e galhos que sobem em direção ao coração e à cabeça. Também deveríamos mentalizar uma lua cheia emitindo raios de luz branca.

No meio do processo, as facilitadoras pediram para que costurássemos bonecas com retalhos de panos e fitas que estavam espalhados pelo chão. As bonecas foram abençoadas para expurgar os traumas de nossas ancestrais.

Não rolou barato ou catarse, senti como se estivesse num encontro de bruxas contemporâneas. Lembrei de agradecer a todas as mulheres "bruxas" queimadas. Semanas depois, uma cólica infernal me fez lembrar do aviso da Moon Mother de que a bênção poderia provocar alterações no ciclo menstrual por agir como uma limpeza. Deixei sangrar.

Créditos

Imagem principal: Divulgação / Womb Blessing®

matérias relacionadas