por Nathalia Zaccaro

As amigas Anne Oliveira e Iris Ingrid transformam o que têm de mais poderoso - a cultura de rua - no Original Favela, um brechó online dono de alguns dos ensaios de moda mais autênticos da internet

As amigas Anne Oliveira e Iris Ingrid foram criadas dentro da cultura hip-hop. O pai e o irmão de Anne são rappers e na casa de Iris os discos do Racionais Mc´s sempre foram a trilha sonora oficial. “Minha referência sempre foi essa, essa essência de berço está em tudo que faço. É meu tesouro”, conta Iris.  

Depois de perder um trampo em uma empresa perto da sua casa, em Embu das Artes, ela estava ouvindo um som do Emicida, a música Mandume, quando ouviu as palavras “original favela” e teve uma ideia. “Eu tinha umas roupas pra vender, resolvi postar umas coisas na internet e ver o que rolava”, diz.

LEIA TAMBÉM: A semana de moda de Magá Moura 

Deu certo e, junto com Anne, ela passou a garimpar pelas quebradas peças com pegada vintage e estilo street. Nascia ali o brechó online Original Favela que, há dois anos, paga as contas das amigas. “Ainda não estamos naquela bala de sair de casa e morar sozinha, mas já temos uns luxos. Pela primeira vez fomos pro Rio de Janeiro, só pra passear mesmo”, diz.

Iris roda os brechós de Embu das Artes enquanto Anne faz o rolê em Mogi das Cruzes. Além da curadoria de moda, o que chama atenção no trabalho do Original Favela é a estética das fotos que elas mesmas produzem. Sempre em cenários urbanos de periferia, as estrelas dos clicks são a turma delas: jovens negros, pobres e donos do próprio estilo. “A gente faz as fotos nos lugares onde nos encontramos pra tomar uma breja, trocar uma ideia. Não quero fugir da minha realidade. Quero é me representar. Tem gente aí que nem sabe o quanto é bonito e é com essas pessoas que queremos trabalhar”, diz Iris, responsável pelas fotos.

A autenticidade de Anne e Iris fez com que elas não passassem despercebidas entre os milhares de perfis de moda que se multiplicam diariamente na internet. Quase sem grana nenhuma, mas com uma noção estética e de contexto muito fortes, as produções do Original Favela são daquelas forças capazes de transformar a maneira como as realidades são percebidas. É moda, mas vai bem além.  “Começou a aparecer gente querendo que fizéssemos castings, emprestássemos looks, uma proposta pra trabalhar com o Rincon Sapiência, Tássia Reis, com a Melissa Meio-Fio. É uma sensação de meta alcançada”, conta.

Em setembro do ano passado, Iris e Anne organizaram o Original Favela Festival. Juntaram os amigos, firmaram parcerias e levaram centenas de pessoas pro Vale do Anhangabaú para celebrar a cultura do rua, com direito a MC, DJ, arte e moda. “Começamos também a produzir festas, é o Original Baile de Favela, já rolaram algumas e vamos fazer mais”, conta.  O fluxo do Original Favela só melhora e as meninas pensam longe. “Queremos ter um loja física, um espaço de grafite, com encontros culturais, música. Um pico pra comprar uma cerveja, fumar, encontrar os amigos”, diz.

Créditos

Imagem principal: Divulgação

matérias relacionadas