por Elka Andrello

A nepalêsa Anuradha Koirala é tema de documentário feito pela super star Demi Moore

A nepalêsa Anuradha Koirala, considerada uma heroína em seu país pelo notável trabalho de resgate de crianças e mulheres da escravidão sexual, foi tema de documentário feito pela super star Demi Moore. A atriz viajou até o Nepal especialmente para filmar o documentário “Nepal’s Stolen Childrem”, sobre a ativista e seu combate à exploração sexual.

Anurala Koirala é fundadora da organização Maiti Nepal, que nos seus 20 anos de atividade resgatou mais de 12.000 crianças e mulheres do tráfico sexual. O Nepal é um ponto estratégico onde os traficantes aliciam mulheres até os bordéis na Índia, através de falsas promessas de casamentos arranjados ou bons empregos. A equipe de Koirala, formada por pessoas resgatadas da escrevidão sexual, trabalha em parceria com a polícia do Nepal, em 10 do total de 26 postos de imigração na fronteira com a Índia, que equivale ao tamanho da Grécia. Eles interceptam por volta de 20 mulheres por dia na fronteira. Os outros trabalhos realizados pela Maiti Nepal são de educação para que as mulheres e famílias não sejam enganadas pelas falsas promessas dos traficantes, ação judicial para a punição dos criminosos, um hospital para o tratamento de AIDS e reinserção das pessoas resgatas na família e comunidade.

Demi Moore é uma apaixonada defensora de pessoas vítimas da escravidão. Ela fundou a ONG DNA com o ex-marido Asthon Kutcher, que luta contra a exploração sexual e o tráfico de pessoas. Nomes como Justin Timberlake apoiam as atividades da DNA.

 

O documentário “Nepal’s Stolen Childrem” foi produzido pela CNN, para o Freedom Project. Koirala recebeu o prêmio CNN Hero of the Year, em 2010.

 

 

 

 

 

matérias relacionadas