por Elka Andrello

“Skatistan - The Tale of Skateboarding in Afghanistan”

 

A primeira vez que ouvi falar sobre o Skatistan foi em uma festinha em Kathmandu, marcando um rolê de skate com um amigo australiano. Quase todos meus amigos estrangeiros no Nepal são profissionais que trabalham em ONGs, a maioria com menos de 30 anos de idade, tentando mudar o mundo entre uma festa e outra. Até então tudo que tinha ouvido falar sobre o Afeganistão era sobre o talibã, guerra, terrorismo, e descobrir que as pessoas estão andando de skate em Cabul foi absolutamente fascinante. Comecei uma pesquisa intensa sobre o país, entrei em contato com uma cena artística incrível e fiz amigos na internet com os quais mantenho contato há 3 anos, juntando material para um documentário que sonho (e vou) fazer. Testemunhar a arte sendo usada como “arma” de transformação é uma história que merece ser contada!

Fica aqui a dica do livro “Skatistan - The Tale of Skateboarding in Afghanistan”. O livro conta como a sociedade tradicional afegã e a nova geração de artistas convivem e como o skateboard transforma a vida de meninos e meninas que vivem em uma cidade moldada pela guerra e cheia de vida ao mesmo tempo. Em outras palavras, menos mimimi e mais atitude!

 Na Amazon, com 35% de desconto até o dia 12 de maio.

“The Skateistan book covers the entire project in words and pictures. It's a beautiful production and will elevate any bookshelf, and it's a perfect gift for the skateboarder that has everything." – Tony Hawk Foundation

matérias relacionadas