por Nina Lemos

Na mesma semana em que a cantora lançou uma carta aberta e uma campanha ”no make up”, me dei conta que também parei. Muda a vida? Não, mas parar de pensar em aparência o tempo todo melhora

Outro dia reparei que praticamente parei de usar maquiagem. Não, não foi um ato político. Rolou. Eu fui ficando em Berlim, fui ficando mais berlinense, mais parecida com as pessoas do meu bairro -- um lugar onde as pessoas se vestem basicamente de pijama, e se alguém passar de salto e for mulher, talvez as pessoas olhem de curiosidade.

Parar de usar maquiagem (na verdade eu uso base e batom muito raramente) não mudou em nada a minha vida. O que melhorou, e já disse isso várias vezes aqui, é não viver me achando feia, não ter que "estar gata" o tempo todo, não me olhar no espelho me acusando. Não ter que estar "com tudo em cima" e nem arrasando. Não ser mais dependente de elogios dos amigos homens: "tá gata, heim?".

LEIA TAMBÉM: Todas as colunas de Nina Lemos na Tpm

Parar de usar maquiagem foi consequência. Percebi que tinha parado com "as drogas" depois de encontrar amigas que moram no Brasil. Elas estavam maquiadas, eu não. Por que será? "Aqui nem tem loja de maquiagem, isso é incrível", diz uma amiga. Ter tem, mas tem menos. "As pessoas aqui ligam mais para o que vem de dentro", diz outra amiga que mora em Berlim há um ano.

Na semana em que descobri que tinha parado de me pintar, a cantora Alicia Keys lançou um manifesto e fez fotos sem maquiagem, disse que espera que isso seja uma revolução. Ela aparece de cara lavada na capa do seu novo álbum e posou para uma revista no mesmo estilo.

"Escrevi uma lista de coisas que eu estava cansada. Uma delas foi o quanto as mulheres sofrem lavagem cerebral para que a gente tenha que ser magra ou sensual, desejável ou perfeita. Uma das muitas coisas que eu estava cansada, era do constante julgamento das mulheres. O constante estereótipo que nos faz sentir que o tamanho normal, não é normal, e Deus nos livre se você for plus size." Sim, Alicia, o espelho julgador. A necessidade de estar sempre "bem" (quando muitas vezes por dentro você está um lixo) é opressiva. Tem coisa pior do que ter que estar gata o tempo inteiro?

No caso de Alicia, famosa, as coisas eram piores, claro.

"Toda vez que saía de casa, ficava preocupada se eu não tinha me maquiado. 'E se alguém quiser uma foto? E se postarem essa foto?!'. Isso tudo, de um jeito ou de outro, era baseado em muito do que as outras pessoas pensavam de mim", desabafou.

O ato de Alicia merece aplausos? Sim! Mas deixar de usar maquiagem quer dizer que a gente para de pensar no que as outras pessoas pensam da gente? Acho que não. Ainda me sinto obrigada a arrasar até sem batom Ruby Woo (mesmo nesse momento de terras arrasadas).

Parar de usar maquiagem vai mudar a sua vida? Não. Parar de pensar na aparência boa parte do tempo vai? Muito.

Não estou aqui propondo que as pessoas deixem de usar maquiagem, só acho o que sempre disse: ninguém tem que nada! Nem usar maquiagem, nem não usar. Mas parar de se obrigar a estar gata… Ah, isso ajuda, sim.

E nem precisa arrasar todo o tempo, bi!

matérias relacionadas