por Carolina Vilarinho

Pagar uma nota por uma entrada? Veja essa receita de casquinha de siri de lamber os beiços

Oxi, subi esse Brasil todo só pra lhe dizê que o assunto hoje vem lá de cima! Essa tal de culinária nordestina é de dar inveja, visse? São as cores, sabores e texturas que só o Nordeste tem, e é por isso que essa é uma das minhas cozinhas preferidas. Incrivelmente saborosa e às vezes até acho que feliz. Posso chamar comida de feliz? Nem sei, mas sei que quando o papo é sobre o Nordeste e sua cultura gastronômica é só felicidade mesmo.

Sabe aquela casquinha de siri que você sempre come fora de casa e paga uma fortuna? Com a receitinha que vou passar hoje você vai poder fazer a sua! E nem pense que é difícil! Como praticamente tudo o que posto aqui, é bem fácil. Sempre que vejo esse prato como entradinha em um cardápio fico morrendo de vontade de pedir, mas então bato o olho no preço e desisto. Alguns lugares vendem uma unidade por 14, 15 reais, sendo que com 19 reais você compra a quantidade para fazer uma receita que rende em média 10 casquinhas. Vê se não é melhor fazer em casa, chamar alguns amigos e abrir umas cervejas bem geladas.

Quem sai muito para comer fora sabe que nem sempre é viável pedir entrada, prato principal e sobremesa, além da bebida. Não funciona muito, financeiramente falando, e nem todo mundo tem espaço pra tanta coisa na barriga. Principalmente nos dias de hoje, quando a tendência é optarmos por refeições mais leves e menos calóricas. Claro que casquinha de siri não é um exemplo de comida saudável, mas também não é o mais engordativo. Mas quando o estômago ficar exigente, é uma opção bacana.

Existem montes de pratos ótimos na cultura nordestina, prometo até falar e passar mais receitas sobre isso de novo. Mas fui pelas beiras, com o pé na areia, e acabei escolhendo a casquinha do siri, que vem do litoral. Essa receita passou de mãe pra filha e agora, para vocês, porque sei que não vão querer perder essa delícia.

Algumas levam pão encharcado no leite, mas acho que aqui podemos tirar esse pão para não ficar tão pesado e calórico. Dentre os ingredientes, há os tomates pelados junto com a própria água e é nela que se cozinha a carne de siri - que tem ser feita rapidamente para não ficar borrachuda.

A carne de siri é fácil de achar, tem para comprar em qualquer supermercado. Provavelmente você só encontrará pacotes congelados, e é esse mesmo que eu uso. O importante é descongelar do jeito certo. Retirar do freezer e deixar na geladeira de um dia para o outro é o ideal, tá? Não me venha com microondas, pelo amor de Deus!

Casquinha de Siri

Ingredientes

500 g de carne de siri
1 cebola picada
1/2 pimentão vermelho
1 lata de tomates pelados
3 colheres de sopa de leite de coco
2 colheres de sopa de azeite de dendê
Farinha de rosca
Sal
Pimenta dedo de moça
Salsinha
Limão
Queijo parmesão ralado

Passo a Passo

1. Comece picando bem a salsinha, a pimenta, a cebola, o pimentão e os tomates pelados. Não descarte a água dos tomates, vamos usá-la para cozinhar os ingredientes.
2. Depois, aqueça o azeite em uma panela, coloque a cebola e assim que começar a fritar, coloque o pimentão, os tomates com a água e a carne de siri.
3. Cozinhe por 5 minutos e coloque o leite de coco. Misture bem e cozinhe por mais 2 minutos, sempre mexendo.
4. Formará um molho, que vamos engrossar com a farinha de rosca. Portanto, vá colocando aos poucos até ficar cremoso e tempere com sal e pimenta.
5. Desligue o fogo e junte a salsinha.
6. Coloque em casquinhas ou em potinhos. Na hora de servir, jogue queijo ralado por cima e leve ao forno em 180 C por 5 minutos para gratinar. E não esqueça do limãozinho na hora de comer!

Dicas

. O leite de coco e o azeite de dendê podem ser substituídos por creme de leite e azeite de oliva, mas com isso perde-se um pouco das características nordestinas. Já os tomates pelados podem ser substituídos por tomates normais e sem sementes e algumas colheres de molho de tomate, apesar de que esses que já vem pelados e na lata economizam tempo.
. A pimenta pode ser qualquer outra vermelha. O gostinho apimentado faz parte desse prato, só não exagere!
. Já ouvi falar de casquinha de atum enlatado, nunca testei, mas parece ficar bom. Quem ficar curioso e se interessar, corre pra cozinha.

(Carolina Vilarinho, 21 anos, paulistana legítima, é gastrônoma e aspirante a fotógrafa. Resolveu não só ficar com a barriga no fogão, mas também escrever sobre suas experiências gastronômicas e mostrar que cozinha tem muito a ver com praticidade. Seu blog é o www.jornalgourmet.com e semanalmente, às sextas, ela dá suas dicas aqui no site)

matérias relacionadas