Tpm

Um potinho de pasta de chocolate e avelãs, um monte de receitas e você muito mais docinha

Existe alguém que goste de domingo? Aqueles, bem ordinários, que precedem uma segunda igualmente ordinária e que só piora quando a gente ouve a música do Fantástico, a voz do Faustão ou do Silvio Santos? Mesmo se o começo do domingo foi divertido, quando a noite chega você sabe que é apenas uma questão de horas para seu fim de semana acabar e mais uma rodada começar.

Eu não sou exatamente uma pessoa que encontra paz em docinhos. Mas meu humor andava tão pesado que eu precisava de uma saída rápida. E folheando um livro inteiramente dedicado à Nutella deduzi que a chegada da segunda seria menos tenebrosa se eu tivesse um potinho comigo. 

A Nutella é uma pasta de avelãs e chocolate criada na Itália nos anos 1940 e comercializada com esse nome a partir da década de 1960. É prima da gianduia, uma especialidade do norte do país. A diferença entre as duas está na quantidade de avelãs na receita. A última tem bem mais da noz. No Brasil existem variações da marca Nutella, como a Casino e a Iô-Iô Crem. Além disso, ela também pode ser feita em casa. Essa moça aqui ensina como

E o que eu poderia fazer com essa pasta de chocolate e avelãs? Tudo dependia da minha imaginação e inspiração. Além de pura e a colheradas ou simplesmente espalhada sobre pão, a pasta é superversátil. Entra na receita de sorvetes e picolés, Milk-shakes e chocolates quentes. Vira biscoitos fininhos ou cookies da perdição. Em bolos pode ser usada na massa, no recheio ou na cobertura. Ou nos três, dependendo do seu nível de “vício”. O mesmo vale pra cupcakes e muffins. Nunca comeu crepe de Nutella? Tsc! A pasta também dá novos ares aos clássicos cheesecake, tiramisù e Tarte Tatin. Obviamente ela rende ótimos brigadeiros e pode se disfarçar de “saudável” combinada com frutas vermelhas, bananas, maçãs e peras. Há também quem ouse misturá-la a pratos salgados (por que não com bacon?).

Depois de buscar inspiração (e juntar tudo o que achei de mais interessante neste painel do Pinterest), concluí que o que precisava era de simplicidade, rapidez e muita decadência (no melhor dos sentidos). 

Por isso, saí com um Tostex que combinava pasta de chocolates e avelãs com banana e canela no brioche. Porque acredito piamente que, quando se está no inferno... não custa dar um beijinho no Diabo, né? Isso quer dizer que no lugar de um pão de forma comum, preferi outro mais macio, muito amanteigado e um tanto docinho. O resultado você vê na foto aí. 

Meu mau humor foi temporariamente sanado. Ao menos até o próximo domingo. Até lá, vou me automedicar mais uma vez com chocolate e avelãs em outra receita. Também é possível que eu acorde no meio da noite precisando de uma dose, como faz este cara aqui, no filme Bianca, de Nanni Moretti. 

E você? O que faria com um potinho de pasta de chocolate e avelãs?

(*) Gabriela Sampaio Fergusson é jornalista e redatora especializada em gastronomia. Mantém o tumblr Céu da Boca ceudaboca.tumblr.com. No Twitter: @gabisampaio

matérias relacionadas