por Nina Lemos

Mãe Nina não tira o machismo das minas, mas dá uns toques para as GAROTAS que acham que mulher não presta

"Mulher não presta, né? Mulher tem um diabinho dentro de si". Quem me disse isso, pasmem, foi uma mulher. Nesse momento eu consegui explicar para ela, ainda com calma, que: "isso é coisa que o machismo coloca na cabeça das pessoas, não acredite nisso! Existe gente legal e gente não legal. Não cai nessa!" Essa mesma menina tinha me dito que em mulher não dá para confiar. É um raciocínio torto. Se não pode confiar em mulher, isso significa que você acha que não dá para confiar em você? Socorro, Freud, Lázaro, alguém me ajude a entender!

Quando uma mulher me diz que "mulher não presta" (e, sim, isso existe), lembro dos caras que falam: O BRASILEIRO não tem jeito. Como assim? O BRASILEIRO não sabe votar? O BRASILEIRO é acomodado. Mas escuta, você é o que, egípcio? lituano?

Neguinho, canta Caetano! Funciona. Se me pego reproduzindo o machismo, o que é raro, mas acontece, já logo falo um "eta, eta" pra mim mesma.

Agora, como tirar o machismo de dentro das pessoas?

Uma conhecida deu para se indispor seriamente com a maioria das amigas ao redor por causa do namorado novo. Está rompendo de maneira horrível com uma por uma e acho que, até o fim do ano, não vai ter sobrado viva alma. O que se faz?

Você pode citar a Simone, pode recuperar todos os textos do 02 Neurônio, juntar com a revista AzMina e mostrar para ela como a Courtney Love é foda. Mas aparece um homem. Danou-se.

LEIA TAMBÉM: Todos os textos de Nina Lemos para a Tpm

O seu feminismo, além de não tirar o machismo das pessoas, ainda te faz ser alguém perigosa para aquela menina ("meu namorado não gosta de feminista, sabe como é, são muito indignadas com tudo").

Quantas garotas não atacaram a Joanna Maranhão? Quantas garotas não estão contra a Patrícia, a menina que foi abusada pelo Marco Feliciano, dizendo que ela mentiu para prejudicar o "infeliciano"?

Eu não consigo tirar machismo das pessoas, mas dou alguns toques, me escutem, por favor, eu nunca te pedi nada:

Se você xinga a Joanna Maranhão na internet porque ela não ganhou uma medalha e luta contra o abuso de meninas, você também vai ser xingada quando fizer um erro no trabalho. Se você deseja que ela seja estuprada, você está abrindo a porta para que alguém deseje para outras mulheres o mesmo (e não esqueça, você é mulher, apesar de escrever por aí que "mulher não se dá ao respeito etc").

No caso da Patrícia, sempre acredite no relato de abuso dito pela vítima. Sempre. Escute. Fale com ela. Ponto.

LEIA TAMBÉM: A rotina de assédio de quem lida com a internet

Se você xinga a Dilma de vaca (isso não tem nada a ver com gostar dela ou não), você está por aí cantando aquela canção ridícula do Casseta que dizia: "mãe é mãe, paca é paca, mulher é tudo vaca." Você é mulher. Então, a vaca é você.

E quanto às conhecidas que brigam com amigas depois de arrumar um namorado, é simples: se ele fosse legal não te colocaria pilha para brigar com suas amigas. Se um homem te faz brigar com 3 mulheres em em três meses, corra, miga, corra!

Mãe Nina não tira machismo das pessoas. Mas tenta ajudar um pouco. 

matérias relacionadas