por Thiago Araújo

’’Em uma sociedade machista, em que você é assediada de uma forma grosseira, violenta, invasiva, nas ruas o tempo inteiro, a tendência da mulher é negar’’

Convidamos as premiadas atrizes Nash Laila Maeve Jinking do filme "Amor, plástico e barulho" para um papo sobre sexualidade e empoderamento feminino. No conversa, elas falaram abertamente sobre sua experiências na pesquisa para rodar o longa.

"Fui conhecendo cada mulher poderosa, e consciente do jogo, que subvertiam isso", conta Maeve, que diz ter hoje mais respeito por figuras como a funkeira Valesca Popozuda, que usam e abusam da sensualidade em seus trabalhos.

O longa mostra os bastidores da indústria do technobrega pelos olhos de duas cantoras. Misturando sonoridades, muitas cores e pouca roupa, o filme conquistou prêmios e parte da crítica especializada.

Assista a conversa no Trip TV

matérias relacionadas