por Bruna Barone

’’Hoje eu estou jogando com pessoas que colecionaram minhas figurinhas’’

Antes de entrar para o futebol, Alexandre da Silva Mariano - mais conhecido como Amaral - trabalhou como agente em uma funerária em sua cidade natal, Capivari. "As pessoas achavam que eu fazia cova, mas eu nunca fiz uma cova", brinca com a reportagem do Trip TV.

Sua carreira como jogador começou no Palmeiras, em 1992, tendo passagens pelo Corinthians e por times europeus, onde encontrou dificuldades por conta do frio. "Eu, aqui do interior, nunca tinha visto neve, né?!", lembra.

Aos 42 anos, o zagueiro e ex-Seleção ainda não desistiu da carreira de jogador de futebol. Driblou a aposentadoria graças a um convite do presidente do Capivariano, time do interior de São Paulo onde atua atualmente como zagueiro.

Quando parar de jogar, ele diz planejar reestabelecer de vez em sua cidade natal, junto a seus familiares. "Pretendo também visitar todos os países que eu joguei, porque fiz muitas amizades."

Assista mais do papo com Amaral no vídeo

matérias relacionadas