Trabalhadores do mundo

Mostra em São Paulo registra feirantes, cozinheiros, prostitutas, vaqueiros e outras profissões ao redor do globo em um enquadramento de capa de revista

por Redação em

Trip / Fotografia / Trabalho / China / Índia
Crédito: Paulo Fridman

Foi para retratar trabalhadores do mundo que o fotógrafo paulista Paulo Fridman viajou pelo Brasil e por outros países como Estados Unidos, Peru, Japão, Índia, China e África do Sul. O ensaio fotográfico já virou um livro, O Segredo do Meu Sucesso, lançado no fim do ano passado, e agora será apresentado em forma de exposição: a mostra Um Nome, com curadoria de Diógenes Moura, está em cartaz desde sexta-feira na Galeria Nikon, em São Paulo. Nas fotografias de grande formato, na vertical — um enquadramento comum em capas de revistas —, Fridman registra feirantes, cozinheiros, postitutas, vaqueiros, pastores, recicladores, entre outros.

Crédito: Paulo Fridman

Vai lá: Galeria Nikon. R. Aspicuelta, 153, V. Madalena, São Paulo, (11) 2592-7922. Grátis. Até 5/3.

Arquivado em: Trip / Fotografia / Trabalho / China / Índia