Marcela Witt, a menina do mundo

Freesurfer com vários patrocínios e mais de 60 mil seguidores no Instagram

por Piti Vieira em

Trip / Surf / Wakeboard / Kitesurf / Viagem

Marcela Witt não para. Em 2015, viajou por vários países para gravar o curta Wind and Wild Waves, dirigido pelo seu namorado, o também surfista Nelson Pinto, que ganhou o prêmio de Melhor Edição no Mimpi, o maior festival de filmes de surf e skate da América Latina. “A minha verdadeira paixão é o mar, e sinto que comecei todos esses esportes só para estar cada vez mais em contato com ele”, diz ela, que além de wakeboard, kitesurf e kitewave também gosta de praticar mergulho e stand-up paddle. Em dezembro passado, ela e Nelson pegaram a estrada para produzir um novo filme, uma road trip pela América do Sul. “Temos mais de dez pranchas, kites, skates, SUPs e até uma cama dentro do carro! Ainda não temos uma data certa de volta”, conta. “Depois dessa viagem, o plano é ir para o México e, se tudo correr como planejado, no fim de 2016 faremos mais uma tour, desta vez pela Europa.” Em meio a tantos destinos, Marcela conta onde se sente em casa — e o porquê.

México
“Foi amor à primeira vista. Cheguei em Puerto Escondido (foto) e no primeiro dia me apaixonei pela onda. No segundo, conheci o meu namorado. E, no terceiro, troquei a passagem de volta! Me identifico com a cultura.”

Marcela Witt, no México - Crédito: Anna Verônica Ribeiro

Rio de Janeiro
“Apesar de passar a maior parte do ano longe, é lá que estão meus melhores amigos e minha família. Sou muito carioca e não tenho como fugir disso (nem quero). Quando volto sinto que sou recebida de braços abertos.”

Chile
“Se eu tivesse que escolher um lugar para morar hoje seria o Chile. É selvagem, tem ondas incríveis, vento para o kite e as pessoas estão sempre sorrindo e tentando ajudar. Toda vez que vou é muito difícil ir embora.”

Preá
“Fica a 20 minutos de Jericoacoara, no Ceará. Vou pelo menos duas vezes por ano, me sinto em casa. É um dos melhores lugares do mundo para o kite e as pessoas te recebem com um sorriso no rosto.”

Fernando de Noronha
“Sou sempre muito bem recebida e fiz amigos por lá que se tornaram parte da minha família. Aquela ilha é mágica e muito especial. Além de tudo isso, as ondas são muito boas.”

Vai lá: www.instagram.com/marcelawitt

Créditos

Foto de destaque: Anna Verônica Ribeiro

Arquivado em: Trip / Surf / Wakeboard / Kitesurf / Viagem