por Nathalia Zaccaro

Não é fácil encontrar informações na internet sobre os processos que correm contra políticos enrolados com a justiça, mas o plugin Vigie Aqui dá uma força na tentativa de organizar essa zona

A gente aprendeu a acreditar que todas as informações do mundo estão disponíveis no Google, à distância de um clique. Em tempos de reviravoltas políticas diárias, o caminho mais intuitivo para descobrir se o político é ou não o que diz ser é pesquisar seu nome na internet. Mas é uma ilusão. As informações de processos, mesmo os que não correm em segredo de justiça, estão soterradas em sites de tribunais regionais e federais - nem de longe tão amigáveis quanto buscadores como Google ou Yahoo.

Em alguns deles sequer é possível pesquisar pelo nome, você precisa do número do processo do cara para ter acesso a qualquer informação. E descolar o número de um processo que você nem sabe se existe não é das tarefas mais fáceis, mesmo com a internet. Em outros tribunais, como o do Piauí, por exemplo, é preciso ir até lá pessoalmente e fazer um cadastro no tribunal para ter acesso aos detalhes de uma acusação. Pior: precisa também de um número da OAB. Ou seja, é um puta trampo que nem todo mundo tem condições de fazer, ainda que a vontade de saber quem é quem em nosso peculiar cenário político só aumente.

LEIA TAMBÉM: Jovens que querem mudar a maneira como nos relacionamos com a política

Seria muito mais fácil se as próprias telas de nossos computadores delatassem os políticos que estão sofrendo algum tipo de denúncia, tipo: “ei, cara, esse nome aqui ó, ta enfrentando processo, se liga!”. Sim, é verdade. Já inventaram esse plugin e você pode fazer download agora mesmo. Ele se chama Vigie Aqui e sua versão final foi lançada em abril pelo Instituto Reclame Aqui.  

“A primeira vez que entrei em um portal de notícias com o Vigie Aqui instalado, fiquei impressionado com a quantidade de nomes grifados em roxo que dominaram minha tela”, conta Felipe Taniago, diretor de marketing do projeto, sobre o recurso utilizado pelo plugin para sinalizar que o político citado na página está envolvido em algum processo judicial. Além do grifo, o Vigie Aqui também abre uma janela a cada vez que o cursor passa pela área destacada, na qual são detalhados os processos em que político em questão é citado. 

16 mil pessoas já fizeram download da ferramenta, mas, devido a intensa movimentação política do país, Felipe está otimista quanto ao crescimento da plataforma: “pretendemos chegar a 100 mil usuários até o fim do semestre”, afirma o diretor.

Por enquanto, o plugin vigia presidente, ex-presidentes, governadores, senadores e deputados federais. “Nossa ideia é expandir para vereadores e prefeitos em breve”, conta Felipe. Como o trabalho de pesquisa dessas informações é bastante árduo, a equipe do Vigie Aqui resolveu recorrer à ajuda de universitários. “Treinamos cerca de 80 estudantes da PUC Paraná que irão alimentar nosso banco de dados”, explica, com a ressalva de que o trabalho será contado entre as atividades complementares exigidas pela faculdade. Considerando o caos em que estamos quando o assunto é política, quanto mais olhos vigiando, melhor.

Créditos

Imagem principal: Vigie Aqui/Reprodução

matérias relacionadas