por Lygia da Veiga Pereira

'Uma crise é também uma oportunidade, e no meio dessa descobri então um site que pirateia... artigos científicos'

No meio das dificuldades da vida de cientista no Brasil, um ponto no qual somos iguais ao mundo todo é o acesso à informação  Sim, daqui do meu computador da USP, eu tenho acesso às principais revistas científicas ao mesmo tempo em que meus colegas das potências internacionais e com a mesma facilidade, é só clicar no título do artigo e: voilá, ele aparece na íntegra em minha tela, graças à internet e à CAPES, agência do Ministério da Educação que assina todas as revistas importantes eletronicamente e as disponibiliza para a comunidade científica. Antigamente, esperávamos um mês até a revista física chegar na biblioteca para sabermos das novidades da ciência.  Assim, pelo menos no que diz respeito ao acesso ao conhecimento científico, estamos em pé de igualdade com a turma dos EUA e Europa!

Ou estávamos...  Nesse mês, a CAPES anunciou que agora só teremos acesso às revistas científicas entrando no portal.  Agora quando eu recebo um email avisando que foi publicado um artigo que pode me interessar, tenho que entrar no site da CAPES, procurar a revista lá, e só então consigo ver o artigo inteiro. Ou deveria... Desde que o sistema mudou, não consegui mais ter acesso a nenhum artigo que procurei! Pânico! Voltei para a idade das trevas, crise de abstinência de informação, socorro!

Uma crise é também uma oportunidade, e no meio dessa descobri então um site que pirateia... artigos científicos! O Sci-Hub(.bz) tem como missão derrubar todas as barreiras no caminho da ciência, e para eles isso envolve disponibilizar a literatura científica para todos, não somente para aqueles que podem pagar pelo acesso.  São piratas do bem, lutando contra a desigualdade de acesso ao conhecimento no mundo.

Sou mega contra pirataria, mas dessa vez eu sucumbi – esqueci da CAPES e suas burocracias e ineficiências, e tenho achado tudo o que procuro no sci-hub.bz – fica a dica!

matérias relacionadas