por Bruna Bittencourt

Cupuaçu, pimenta rosa, flor de sal, leite de coco. Pequenos produtores misturam ingredientes brasileiros com cacau e fazem chocolates nacionais de comer de joelhos

“A maioria de nós abre uma barra de chocolate esperando o mesmo de um refrigerante: um gosto conhecido e sempre igual. Mas o cacau não é isso, ele permite uma infinidade de sabores”, conta Vanessa Rizzi. Ao lado do também agrônomo Cesar Frizo, ela criou a Raros. Entre os sabores mais vendidos da marca estão chocolates provenientes do Espírito Santo, e com raspas de especiarias brasileiras, como o puxuri (a barra de 50 gramas custa R$ 9,50), que podem ser encontrados em quase 20 endereços pelo país.

Com fazendas no sul da Bahia, a Amma também surpreende por seus sabores: seus chocolates podem levar cupuaçu, pimenta rosa, flor de sal, açúcar de coco e café (a barra de 80 gramas custa R$ 17). Sua loja em São Paulo, nos Jardins, decorada com elementos de uma fazenda de cacau, merece a visita – há um segundo endereço em Salvador.

LEIA TAMBÉM: Listamos produtos de beleza naturais e veganos

Oriunda da mesma região, a Isidoro foi criada pela quarta geração de uma família produtora do fruto. A marca trabalha apenas com duas intensidades de cacau, 70% e 55% (esta última, com nibs, a amêndoa do fruto quebrada que dá o crocante). As barras são vendidas em feiras (a de 70 gramas custa R$ 20). “Um chocolate com alto teor de cacau realça também os benefícios contidos no fruto”, lembra Matheus Gesteira, sócio da marca. 

Já Arcelia Gallardo viajou para 23 países, da França à Guatemala, para estudar chocolate e cacau. A californiana radicada em São Paulo cria sobremesas para restaurantes e suas próprias barras, batizadas com a região de origem de seu fruto, como a Cacau da Guatemala. As barras, que podem trazer ingredientes como leite de coco e laranja, são vendidas com exclusividade na Sweet Shop, em São Paulo (a barra de 60 gramas custa R$ 30).

Vai lá: rarosfazedoresdechocolate.com.br, isidorochocolate.com, ammachocolate.com.br e missionchocolate.com

Créditos

Imagem principal: Casa Floralia

matérias relacionadas