Revista Trip

tamanho da letra
aumentar fonte
diminuir fonte

Cláudio Tognolli

O jornalista fala sobre seu novo livro e discute os princípios da investigação
17.07.2007 | Texto: Alê Potas, Filmagem: Luis Rodrigues
ESCUTE O PROGRAMA
Aguarde o carregamento do player
Destacar o player
Download do mp3
Aguarde o carregamento do player
Ele estudou composição com Hans Joachim Koellreuter, músico alemão que teve entre seus alunos Tom Jobim, e foi guitarrista do RPM pouco antes de a banda estourar na década de 80. Mas foi com as palavras, e não com os acordes, que ele alcançou reconhecimento profissional. Primeiro colocado num curso Abril, em 1985, ele já rodava redações antes mesmo de entrar para a faculdade de jornalismo na Escola de Comunicações e Artes, da USP. Sua inventividade, curiosidade e a falta de papas na língua, além do talento inato para as reportagens, o alçaram à condição de um dos mias importantes repórteres investigativos do país. Estamos falando de Cláudio Tognolli, que lançou este ano seu quinto livro, Mídia, Máfias e Rock’n’Roll, pela editora do Bispo, onde mostra os bastidores do jornalismo e revela outros segredos da nobre arte de informar.