Tpm / Skate / Moda

por Caroline Mendes
Tpm #133

A gaúcha encontrou em São Paulo a inspiração para criar um estilo mais urbano

Assim que pôs os pés na capital paulista, no início de 2012, Elisa Gijsen se apaixonou – especialmente pelo momento de ocupação das ruas que a cidade tem vivido nos últimos anos. “É incrível e eu sou totalmente influenciada por isso desde que cheguei”, conta a moça, que é curadora de cultura e estilo e deixou Porto Alegre para abrir, em São Paulo, uma unidade da escola de atividades criativas Perestroika. Hoje, aos 23 anos, ela deve à cidade todo o seu estilo “bagunçado urbaninho”, como ela define. “De manhã, me visto pro trabalho e depois vou andar de skate, jantar e pra balada com a mesma roupa. São Paulo abraça todos os estilos, não me sinto fora de contexto em lugar nenhum.”

Frequentadora de brechós e de lojas de skatewear, Elisa costuma misturar acessórios vintage com peças confortáveis com as quais sai por aí em cima do skate, sem se preocupar em seguir tendências. “Sou muito influenciada pelo que vejo na rua e principalmente pelo que vejo fora do Brasil, quando viajo. Mas uma coisa muito minha é sempre deixar uma sujeirinha no visual: uma peça rasgada, um tênis sujo... Essa sou eu.”

matérias relacionadas