Revista Trip

tamanho da letra
aumentar fonte
diminuir fonte

Redefinindo o possível

Alpinista sem pernas chega ao topo do monte Kilimanjaro e levanta fundos para a caridade
21.06.2012 | Texto: Luiz Filipe Tavares
Quando pensar no termo "impossível", lembre-se de Spencer West. No último dia 12, ele começou o maior desafio de sua vida: escalar uma das mais difíceis montanhas do mundo, o Monte Kilimanjaro, ponto mais alto da África. O mais impressionante? Ele faria isso sem as duas pernas. O alpinista perdeu os dois membros inferiores quando tinha cinco anos de idade por conta de um defeito genético. Mas se recusou a aceitar as limitações e venceu obstáculos cada vez maiores em sua vida.

No último dia 19, apenas sete dias depois de começar a subida, Spencer e seu time chegaram ao teto africano, 5.895 metros acima do nível do mar. Subindo sozinho por mais de 80% do caminho usando apenas seus braços, o alpinista surpreendeu o mundo e atingiu o cume do Kilimanjaro. E o melhor: fez isso em nome da caridade.

Todo o dinheiro arrecadado com a expedição será repassado por West para a instituição sem fins lucrativos Free The Children, que cuida de crianças carentes em todo o continente africano. Toda a missão foi financiada através de crowdfunding, totalizando quase US$ 500 mil em doações. Mesmo depois da chegada ao topo, as doações no site de West ainda estão abertas.

Vai lá: www.freethechildren.com/redefinepossible