Revista Trip

tamanho da letra
aumentar fonte
diminuir fonte

O homem com vagina

Buck Angel prova que não é preciso ter algo pendurado entre as pernas para ser homem
24.10.2011 | Texto: Lino Bocchini | Fotos: Divulgação

Divulgação

Buck Angel

Buck Angel

Buck Angel prova que não é preciso ter algo pendurado entre as pernas para ser homem. “Por que tenho que ter pinto pra ser homem?”, pergunta o transexual em entrevista ao site australiano Outrate. As fotos impressionam e fazem pensar. Susan nasceu nos EUA, há 43 anos, e hoje mora em Yucatán, México. Há quase duas décadas começou a se transformar e tornou-se um bem acabado exemplo de transexual FtM” (Female-to-Male, mulher-para-homem). Nunca pensou em implantar pênis – “isso não me faz menos homem, e gosto de usar minha vagina”. Buck fez vários filmes pornôs, que aliás fazem bastante sucesso com gays. “Foi uma das coisas mais excitantes que já vi”, comentou, lascivo, um colega homossexual deste repórter.

Tão instigante quanto o corpo de Buck é sua disposição em demolir convenções: “as pessoas te põem em caixinhas, tem que ser ser gay, hétero ou bi. Estou mostrando que as coisas não são assim tão limitadas. Você não pode negar que sou completamente homem. Quando estou transando com um homem, parece uma transa gay. Mas você vê um pênis penetrando uma vagina, então... é uma relação hétero ou o quê? Curioso, não? E as pessoas odeiam quando as coisas não cabem nas suas ‘caixas’classificatórias... e na verdade me sinto um garanhão que tem uma vagina!”

Vai lá: www.buckangel.com

(A foto abaixo é #NSFW = Não seguro para ver no trabalho)


Divulgação

Buck Angel