Celebrar é agradecer

Guga Rocha fala sobre o trajeto que o levou à cozinha e à celebração do agora. “Cada momento deve ser degustado, como uma boa cachaça”

apresentado por Cachaça 51

Trip / Cachaça 51 / brasil / Família / Festa

Na minha família, nunca ganhamos nada de mão beijada. Eu, desde pequeno, ia trabalhar com a minha avó, que é confeiteira. Lembro-me até hoje dos anjos de açúcar que ela fazia para decorar os bolos. Fui me apaixonando pela cozinha. Na época da faculdade, eu fiz vários cursos, como direito e administração. Eu sempre gostei de estudar, mas nenhuma dessas áreas me animava muito. Enquanto isso, a culinária estava sempre na minha vida como uma válvula de escape. Eu fazia pratos, estudava os alimentos.  

Montei uma banda de rock que durou 12 anos. Durante esse período, comecei a trabalhar com comida, fazendo pequenos eventos, e logo percebi que eu sabia muito mais do que a média das pessoas sobre o assunto. Consegui emprego em um restaurante em São Paulo e, no meu quinto dia, chegou um cliente que não podia comer nem glúten nem lactose – em uma época em que essas restrições ainda não eram moda. O chef perguntou se eu saberia preparar um prato adequado. Eu sabia e fiz um menu especial. O cliente gostou, pediu para me chamar e ofereceu um restaurante para eu chefiar.  A cozinha virou minha profissão.

Hoje, aos 41 anos, me permito não fazer mais eventos no Natal e no Réveillon. Prefiro muito mais estar com a minha mãe no fim do ano, ou estar com a família da minha mulher no Canadá. É uma época para reunir. Sou muito família e valorizo minhas raízes. 

Celebro cada segundo da minha vida. Você pode perguntar para todo mundo que me conhece: é muito difícil me ver de mau humor. Certa vez, eu estava na Grécia, cozinhando no iate de um cliente milionário. Havia mulheres, bebidas e aquele mar azul. O cara mergulhou na água e saiu irritadíssimo porque estava fria. Não acreditei que era possível reclamar diante de tudo aquilo, mas nada é bom o suficiente sem felicidade interior.

A única crença que eu tenho desde o começo da minha vida é ser livre. Eu celebro todo dia como se não tivesse o amanhã. A hora de beijar na boca é agora, a hora de comer e beber é agora, a hora de curtir é agora. Eu sou um cara que adora as coisas físicas da vida. Adoro a vida e a vida é agora. Todo mundo procura qual é o caminho para a felicidade, quando na verdade a felicidade é o caminho.

O melhor da vida requer tempo, assim como nossa cachaça. Reserva 51 Carvalho Americano é uma cachaça extra premium envelhecida em barris de primeiro e único uso, prova de que o tempo produz qualidade. Neste final de ano, celebre essa excelência. São apenas 24h de venda exclusiva, dia 16/11. Acesse Reserva51.com.br e cadastre-se para saber mais.

 

Arquivado em: Trip / Cachaça 51 / brasil / Família / Festa