Pendura eterna

O britânico Mark Boyle decidiu recomeçar a vida sem usar dinheiro

por Alexandre Rodrigues em

Tpm / Comportamento

Um pub grátis onde não se paga para beber e nem para comer? Sim. Construído numa antiga fazenda de criação de porcos na Irlanda, o An Teach Saor (“A casa livre”, em irlandês) oferecerá não só cerveja caseira de graça como também acomodação. Numa campanha de arrecadação na internet, os donos conseguiram 10.300 libras (R$ 40 mil). O pub abre as portas no verão de 2015. 

A fazenda, no condado de Galway, estava falida e degradada quando foi comprada por um grupo de ecologistas. Hoje tem 700 árvores plantadas, pomar, colmeias naturais e criação de cogumelos, mantidos sob os princípios da permacultura, método que cria ambientes e comunidades ecologicamente sustentáveis. Os alimentos produzidos são usados na casa ou oferecidos de graça aos visitantes e vizinhos.

Depois de um ano de experiência, os donos lançaram no site de doações inglês Crowdfunder uma campanha para transformar a sede da fazenda em um pub. O dinheiro arrecadado ficou 10% acima do necessário. Além dos equipamentos para a produção de cerveja artesanal, a casa, antiga e feita de pedra, está sendo reformada e vai ganhar um bar, espaço para shows, leituras e palestras. Os visitantes poderão se hospedar, comer, beber e assistir aos eventos de graça. Em troca, são estimulados a retribuir com algum presente – jamais dinheiro.

“Pode ser um tempo atrás do balcão do bar ou um cover de mau gosto de 'Hotel California' no fim do dia. Você dá o que tiver para oferecer”, diz Mark Boyle, um dos donos da fazenda. Escritor, ele é conhecido na Inglaterra por conta do livro O homem sem dinheiro – Vivendo um ano na economia livre. Com o projeto atual, Boyle quer provar que é possível levar adiante uma empresa sem o uso do dinheiro, como defendem os praticantes da economia livre, que rejeita o papel-moeda e propõe uma sociedade baseada em trocas.

Arquivado em: Tpm / Comportamento