Na onda delas

Em novo programa, a surfista Claudia Gonçalves vai onde mulheres e surf não andam juntos

por Amanda Nogueira em

Tpm / Esporte / Esporte

Quando começou a surfar, Claudia Gonçalves, 27 anos, não se intimidou com a maioria masculina no esporte. “Em todo esporte radical rola preconceito se você é feminina e delicada, as pessoas acham que você não é boa atleta”, explica ela, que surfa profissionalmente há 12 anos. Mas são outros os motivos para a ausência de mulheres em certas praias, e é isso que Claudinha pretende mostrar em Sal e sol, que estreia este mês no Canal OFF. Marrocos, Guatemala, Jamaica e Nicarágua são os destinos escolhidos para a primeira temporada. A equipe, só de mulheres, recebeu olhares intimidadores no Marrocos. “Lá a maior parte da população é muçulmana e, apesar do clima quente, as mulheres se cobrem completamente.  Foi um choque cultural grande”, lembra.

Acostumada a viajar para competir, Claudia foca agora no lado underground do esporte. “Estou tendo outra visão do surf, indo a lugares onde surfistas não costumam ir, muito menos mulheres. Estou encantada, me surpreendo com cada destino”, conta. Com cenários lindos, o programa conta ainda com participações especiais das atletas Chloé Calmon, Marcela Witt, Barbara Muller e Bruna Queiroz. Sal e sol promete dar saudade do verão.

Vai lá: Sal e sol – quartas-feiras, às 19h30, no Canal OFF

Arquivado em: Tpm / Esporte / Esporte