Convites sem noção

Cansada de receber convites sem noção, a editora faz um apelo: 'Me tira desse mailing'

por Camila Fremder em

Tpm / Comportamento

Cansada de receber convites bizarros de festas na sua caixa de entrada, a editora convidada da edição, Camila Fremder, faz um apelo: “Posso ser transferida para o mailing do curso de cabala?”

Confesso que hoje em dia fico olhando a minha caixa de entrada e não encontro uma explicação plausível para estar em certos mailings. Recebo releases estranhos e convites para maratonas, cursos de fotografia, de culinária, mapa astral, uma loucura... Mas nada é tão bizarro quanto os convites animadinhos de festas, cheios de gírias. Esses me tiram do sério.

Quem é o gênio que pensa que, aos 30 anos, eu vou achar coerente ser convidada para uma festa com este texto: "Os verdadeiros fãs do rock’n’roll, aliados aos DJs e VJs, que não possuem limites quando se fala em bombar a pista de dança, são uma combinação explosiva! Pra quem gosta de dançar e suar na pista até o amanhecer, essa se torna realmente a única opção de festa da cidade no sábado à noite!".

Essa é a minha única opção para o sábado à noite, isso se eu for o tipo de pessoa que gosta de suar? Quem fala em suor no convite de uma festa? Eu quero que você fale em ar-condicionado! Não vou a uma dessas festas há pelo menos dez anos, posso, por favor, ser transferida para o mailing do curso de cabala? Acho mais apropriado...

Se a amolação fosse só por e-mail, tudo bem, mas não, às vezes eles arrumam o seu telefone ou imprimem flyers horrorosos e enviam para sua casa. Juro que tenho medo de algum dia a campainha tocar e, quando eu abrir a porta, um fortão suado recitar o convite, enquanto dança de forma sensual no meu hall de entrada!

Dica Tpm: Como vamos parar em mailings tão bizarros? Entre outras coisas, porque existe gente que "vende" mailing. Sim, um lote de e-mails de "descolados" vale uma grana. Isso é uma indústria. Por isso, cuidado na hora em que QUALQUER PESSOA, de qualquer lugar, pedir: "Você pode passar seu e-mail, por favor?". Sempre que possível, diga não, obrigada, tenho medo.

Arquivado em: Tpm / Comportamento