Casa da Criadora

No Largo do Arouche, o apê tem peças desenhadas pela própria dona, a designer Carol Gay

por Camila Alam em

Tpm / Casa

No Largo do Arouche, o apê amplo e colorido mistura móveis garimpados com peças desenhadas pela própria dona, a designer Carol Gay

Há quatro anos morando com o namorado no largo do Arouche, no centro de São Paulo, a designer Carol Gay, 38 anos, encontrou no apartamento de 190 metros quadrados o lugar ideal. As janelas enormes são antirruído, o pé-direito é alto, os corredores amplos e a sala, de 80 metros quadrados, arremata o clima que faz inveja em qualquer casinha de vila. Derrubar as paredes foi uma decisão estratégica. “Gosto bastante da sala, pois tem uma vista incrível para o largo. Também gosto de ficar na varanda do lado íntimo da casa, de onde vejo o Minhocão, o pôr do sol e a lua.”

Na cozinha, o casal optou por usar a cor preta. O cimento queimado vai no piso, na parede e na bancada, o que ajuda a criar unidade. Como não há paredes, na sala de jantar é a tinta amarela que define o ambiente. Alguns dos móveis da casa foram desenhados por Carol. Ela fez uma linha para a Tok & Stok. Para a designer, a decoração ideal se faz com muito garimpo e sem pressa. “Minha dica é sempre buscar peças com identidade, com história pessoal. Feirinhas de antiguidades e as lojinhas da avenida São João são as minhas preferidas”, diz.

Crédito: Ilana Bessler
Crédito: Ilana Bessler
Crédito: Ilana Bessler
Crédito: Ilana Bessler
Crédito: Ilana Bessler
Crédito: Ilana Bessler
Crédito: Ilana Bessler
Crédito: Ilana Bessler
Crédito: Ilana Bessler
Crédito: Ilana Bessler
Crédito: Ilana Bessler
Arquivado em: Tpm / Casa