Ah, o solstício de verão...

Todos comemoram a estação mais esperada do ano no hemisfério norte... só que eu não!

por Ana Manfrinatto em

Tpm / Comportamento

Ontem, dia 21 de junho, aconteceu o solstício de verão aqui no Hemisfério Norte. É o dia mais longo do ano e o sol se pões lá pras dez e pouco da noite. Também marca a chegada do verão, a mais esperada das estações.

Como se fosse pouco, em Paris acontece a Fête de la Musique, evento que inspirou a Virada Cultural: é o dia em que a cidade é tomada por manifestações musicais em todas as esquinas e as pessoas saem felizes (e bêbadas e inconvenientes-porque-não-sabem-brincar) pelas ruas.

O dia tem tudo pra ser o mais feliz do ano, não é mesmo?

Não.

Pra mim, não.

Mas a culpa não é minha!

Ano passado estava celebrando a mesma data com um grupo de amigos e um deles cortou o barato de todo mundo que estava feliz com o combo noite mais curta do ano + micareta parisiense + Copa do Mundo de lambuja.

- "Daqui pra frente os dias vão ficando mais curtos, a gente vai colocando mais roupa e num piscar de olhos já estaremos no Natal", disse o Fernando.

Natal. Quem diz Natal diz dezembro. Quem diz dezembro diz janeiro. Quem diz dezembro e janeiro diz que às quatro da tarde já é de noite. E quem escreve tudo isso assume ver o copo meio vazio e promete que, geralmente, o vê ao contrário.

Mas que o Fernando tem razão, ah, ele tem.

Arquivado em: Tpm / Comportamento