Sofia Angeli

Aos 25 anos, a filha de Angeli tira a roupa para o namorado e, no meio do ensaio, “algo aconteceu”: “Libertei a Sofia real que existia em mim”

por Andre Ferezini em

Trip / Quadrinhos / Trip Girl

Sempre achei que, para alguém se dispor a fazer um ensaio como este, com pouquíssima roupa, e o resultado ficar interessante pra quem vê, tivesse que estar rolando algo muito maior do que simplesmente um corpo em forma.

Sofia vivia inquieta, várias vezes me falava que queria fazer algo diferente, que estava disposta a fazer um projeto comigo, que queria se arriscar mais. Mas demorou pra entender o que estava acontecendo e finalmente formular que ela se sentia bem e queria registrar aquele momento desta forma...

Pra mim era importante que as imagens carregassem uma essência do que ela é – ao menos, do jeito que ela se mostra pra mim.

Olhando as fotos prontas, percebo que muito do que vejo diariamente está ali: seu sorriso fácil, o olhar vivo, a graça no jeito de se colocar e se mexer. Mas muito além da beleza e bem-estar, vejo nas poses uma ousadia e um desprendimento raros na Sofia de pouco tempo atrás.

Sentir a mudança dela ao longo dos três últimos anos foi um dos maiores presentes que já recebi. Conheci a Sofia muito menina, longe de ser a mulher que aparece nas fotos. Apesar disso ser uma evolução gradual, tenho certeza de que algo aconteceu no processo do ensaio. Tínhamos um pouco de receio de que a mágica não acontecesse, que o projeto não rolasse, era um ensaio de risco. Mas, na hora de fotografar, alguma coisa que existia ali finalmente ficou pra trás para dar espaço para algo novo, e sinto que essa foi uma das coisas mais lindas que já vi acontecer.

LEIA TAMBÉM: Angeli nas Páginas Negras da Trip

Quando comecei a comentar com as pessoas sobre o ensaio que tinha acabado de fazer, algumas (não muitas) chegaram a questionar meu ato de expor minha namorada e nossa intimidade numa revista. Nunca enxerguei problema algum nisso – nada mesmo, nem uma ruga de preocupação. As fotos que tínhamos em mente eram, acima de tudo, parte de um projeto de duas pessoas que se amam. Que vivem intensamente o outro, e que têm uma cumplicidade e energia tão grandes, que era preciso transbordar isso de algum jeito. O que é bonito tem que ser visto, precisa ser compartilhado.

O fato é que nos divertimos demais fazendo estas fotos, rimos pra cacete, selamos planos malucos e nos conhecemos ainda mais. Acima de tudo, fica essa sensação de um novo horizonte aberto – e como é bom ver nos olhos dela a euforia e a ansiedade que isso causa.

“Foi uma descoberta incrível”

nome Sofia Angeli

idade 25 anos

nasceu em... São Paulo. “Vivi sempre nos arredores da Vila Madalena.”

o que faz da vida? “Sou formada em educação física, trabalho com isso há um bom tempo. Dei aula em escolas para crianças e em academias.”

gosta do agito de São Paulo? “Sempre morei aqui e acho difícil me ver em outro lugar que não seja um centro urbano caótico como este.”

como foi fazer um ensaio nu? “Amei fazer porque foi um processo de descobrimento interno bem interessante. Nunca havia feito absolutamente nada desse tipo, pois sou muito tímida – ou era [risos]. Cheguei a duvidar se conseguiria realmente me sentir confortável, mas, durante o ensaio, libertei a Sofia real que eu tinha lá no fundo de mim. Essa descoberta de quem eu sou e posso ser foi uma experiência incrível e, de certa forma, necessária.”

como seu pai recebeu a notícia? “Numa boa! Na verdade, quando fui contar pra ele que faria o ensaio, o chamei pra almoçar, e ele tava achando que o assunto era mais sério, algo tipo ‘pai, estou grávida!’. Quando falei do ensaio ele caiu na gargalhada.”

alguma mensagem para o leitor? “Sintam-se, descubram-se, se libertem e sejam muito felizes! Ah, e curtam o ensaio! ; )”

Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini
Crédito: Andre Ferezini

Créditos

Styling Satomi Maeda, com agradecimento a Renata Gregori / Produção de objetos Fernando Zuccolotto / Tratamento de Imagens Evandro Malgueiro / Finalização Vagalume Animation Studios / Moda Cohn, Diesel, Doc Dog, Espaço Fashion, Hering, Loungerie, Miezko, Skull para Cartel 011, Thais Gusmão, Trifil, Verve / Locação Maksoud Plaza Hotel – www.maksoud.com.br / Aluguel de carros V8 e Clássicos / Agradecimentos Henry Maksoud Neto, Chris Melo, Heber Conde, Yohann da Geb, Luciano Iritsu, Fabi Gimenez, João Wainer, Rodrigo Toledo

Arquivado em: Trip / Quadrinhos / Trip Girl