Pelé só tem um

Enquanto Messi sofre por ser o 'novo maradona', outros sofreram ao tentar ser o 'novo rei'

por Carlos Eduardo Freitas em

Trip / Ronaldo / Esporte

 

Washington Revelado pelo Noroeste, foi chamado de "novo Pelé" na seleção juvenil, nos anos 70. Jogou pelo Guarani, Corinthians e participou de oito jogos pela seleção (só um gol). Morreu em janeiro deste ano, aos 57.

Abedi Pelé Um dos primeiros africanos a se destacar no futebol europeu, o ganense adotou o apelido do Rei do futebol, mas só fez história no futebol francês.

Nii Lamptey Destaque no mundial sub-17 de 1991, o ganense foi considerado pelo próprio Pelé seu substituto natural. No entanto, marcou pouco mais de 30 gols em toda a carreira.

Fred Adu Desde os 10 anos, este ganense naturalizado americano convive com o rótulo de "novo Pelé". Estreou aos 14 anos, jogou na Olimpíada de Pequim e... sumiu. Hoje, aos 20 anos, é tratado como o novo Nii Lamptey.

Ronaldo É o que chega mais perto do Rei. Convocado para uma Copa aos 17 anos, o Fenômeno tem média de gols semelhante à de Pelé. É o segundo maior artilheiro da seleção brasileira, 62 gols, 15 atrás de vossa Majestade.

Arquivado em: Trip / Ronaldo / Esporte