Hooligans bem comportados

Policial inglesa veio ao Brasil só para seguir torcedores de seu país

por Camila Alam em

Trip / Esporte / Comportamento

Eliminada na primeira fase da Copa, a seleção da Inglaterra não viveu seus melhores dias no Brasil. A derrota poderia inflamar os ânimos entre os hooligans – torcida famosa pelo rastro de violência que costumava deixar em campeonatos europeus – mas, contra isso, houve precauções: em uma parceria firmada com a Fifa, uma comitiva de policiais ingleses veio ao país para fazer a segurança da seleção e auxiliar no controle das torcidas. Caberia a essa equipe entrar em ação em caso de excessos. Rachel Barber, 45 anos, a mulher responsável por essa tropa, declarou à Trip em São Paulo que os dias de grandes encrencas dos hooligans ficaram no passado. “Hoje em dia os torcedores são geralmente bem-comportados, gostam de beber, se divertir”, disse ela. Mas os mais exaltados persistem: dias depois da entrevista, o jogo Inglaterra x Uruguai, na Arena Corinthians, terminou com um inglês sem um pedaço da orelha, mordida por um conterrâneo. Veja um trecho da conversa.

Você percebe diferenças entre os fãs de futebol britânicos e fãs de outras nacionalidades?

As questões que os torcedores causam ou enfrentam são as mesmas. Os ingleses ganharam uma má reputação por causa de atitudes relatadas na mídia décadas atrás. Mas essa não é a realidade de torcedores ingleses que viajam para o exterior hoje. Eles são geralmente bem-comportados, gostam de beber, de se divertir. Acho que, às vezes, as pessoas interpretam mal o seu comportamento. Acham que é ameaçador quando na verdade não é. Muitos hoje vêm seguir sua seleção e também apreciar a cultura do país anfitrião. Infelizmente, a ênfase tem sido na pequena minoria que causou transtornos e injustamente danificou a reputação do resto dos torcedores da Inglaterra.

Como é feito esse acompanhamento da torcida pela polícia?

O trabalho que temos feito no Reino Unido impede torcedores considerados perigosos de viajar para torneios no exterior. Isso tem ajudado a mantê-los longe. Os fãs genuínos que viajam com a seleção estão construindo uma reputação muito boa para os torcedores ingleses. Nós não tivemos nenhuma detenção por desordem nos dois últimos grandes torneios internacionais e esperamos que continue assim no Brasil.

As ações violentas em grupo são a maior preocupação da polícia inglesa?

Aqueles que tinham a intenção de causar desordem no futebol estão agora proibidos de viajar para os torneios. Hoje em dia é muito raro torcedores ingleses no exterior causarem problemas. Nosso trabalho agora é mais de apoio, fazer com que colegas da polícia local, com quem trabalhamos em estreita colaboração, possam entender que torcedores ingleses não são um risco.

Foram tomadas medidas especiais para esta Copa do Mundo?

Não por nós. Apenas damos o conselho habitual que daríamos a qualquer torcedor em campeonatos: que cuidem da própria segurança, de seus objetos de valor, seus amigos, sua família. Também trabalhamos para nos certificar de que eles respeitem a cultura e as leis do país onde estão viajando. 

Arquivado em: Trip / Esporte / Comportamento