Erotomaníaco

Autor de um manual pop art do sexo, Sanne Sannes ganha exposição em Amsterdã, na Holanda

por Ana Maria Peres em

Trip / Arte

 

Imagens obscuras, granuladas e eróticas configuravam a obsessão do freak artista holandês Sanne Sannes. Morto num acidente de carro em 1967, aos 30 anos, chegou a ser visto como o fotógrafo mais promissor da Holanda e acaba de ganhar a retrospectiva “Darkness & Light”, em Amsterdã. A exposição também mostra retratos de seu livro não publicado Dagboek van een erotomaan (Diário de um erotomaníaco), com fotos libidinosas de garotas despudoradas e felizes. Sannes lançou ainda os livros Oog om Oog (Olho por olho) e Sex a Gogo, um “manual pop art de sexo” com colagens psicodélicas e quadrinhos, inspirado em revistas underground dos anos 60. Segundo o fotógrafo, “há muitos homens que jamais verão uma mulher em êxtase”.

 

Vai lá: www.foam.nl

 

Arquivado em: Trip / Arte