por Redação

O designer gráfico Alceu Baptistão entrega o melhor da 13a edição do festival de animação

Por Clarissa Vassimon

Depois de receber mais de 60 mil espectadores no Rio de Janeiro, a 13º edição do Anima Mundi, maior festival de animação do país, chega a São Paulo. Até o próximo domingo, 24, serão exibidos mais de 369 filmes, de 41 países diferentes (
clique aqui para conferir a programação). Dos 156 filmes que participam da mostra competitiva, 73 são nacionais. A expectativa de público (e de filas) é alta, incentivada pelo preço dos ingressos, que variam de R$ 3 a R$ 5.

A pedido da Trip, Alceu Baptistão, um dos sócios da Vetor Zero (produtora que ganhou mais de 8 leões em Canes nos último anos) e responsável pelas criações dos personagens de campanhas como a da Brahma (as tartarugas) e da Philco (as formigas) comentou o que não pretende deixar de assistir no festival:

The Hand Behind the Mouse traz a história de Ub Iwerks, desenhista e animador do personagem mais famoso da Disney, Mickey Mouse. O documentário foi exibido na última quarta, 20, mas vale a pena guardar o nome caso o longa chegue ao DVD. Em 1935, Fyodor Chytruk assistiu em Moscou a três filmes da Walt Disney. Chytruk, na época um estudante de arte, não acreditou no que via. Mais tarde, se tornaria um dos maiores animadores russos como mostra o documentário Magia Rússica, de Yonathan & Masha Zur, com exibição no dia 22, às 12 h. Já a sessão de curtas Chris Landreth, traz seis títulos, quatro de Landreth ? The End, Bingo, Ryan, The Listener ? e dois de Ryan Larkin ? Walking, Street Musique ? no dia 24, às 21 h. Landreth é diretor de Ryan, vencedor do último Oscar de curta de animação. O filme é uma homenagem a Larkin, animador de sucesso, que foi esquecido depois dos anos 60. Landreth o achou em um abrigo para sem-tetos, encontro registrado e transformado no curta. Na oficina sobre filme Wallace & Gomit, A Batalha dos Vegetais, que acontece diariamente, Sara Barbas, animadora dos estúdios Aardman, mostra ao público como foram animados os personagens do longa. Os bonecos e alguns elementos dos cenários originais do filme também estão expostos. Anote os horários e corra para o festival.

Vai lá:
O quê: Anima Mundi
Quando: de 22 a 24 de julho
Onde: Memorial da América Latina [av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 - Barra Funda - Tel.: 11 3823-4622]
Quanto: de R$ 3 a R$ 5
 

matérias relacionadas