5 manobras que mudaram o skate

Listamos cinco pequenos grandes passos da evolução do skate como conhecemos hoje

por Luiz Filipe Tavares em

Trip / Skate / Esporte / Skate

Stacy Peralta, Tony Alva, Chad Muska, Rodney Mullen, Daewon Song, Tony Hawk e Danny Way são nomes do skate conhecidos por todos. E não é à toa. Cada um deles deu sua contribuição para transformar o skate de uma brincadeira de adolescentes em um dos mais técnicos e competitivos esportes que existem. Sem eles e tantos outros pioneiros o carrinho ainda seria apenas o "surf de calçada", um passatempo de surfistas em dias sem onda. Desde essa época até hoje, muitas manobras foram criadas e limites foram superados. Na lista abaixo, cinco desses pequenos passos da evolução do skate como conhecemos hoje:

Carve/Slide - Duas faces da mesma moeda, as rasgadas e deslizadas sobre quatro rodas apareceram nas ruas no início da década de 70, quando surgiram as rodas de poliuretano produzidas a princípio pela Cadillac Wheels. Foi a aderência gerada por essas rodas que permitiu os primeiros grandes slides e carves nas piscinas, dando a base necessária para os praticantes levantarem vôos mais altos. Literalmente.

Ollie - Parece muito simples, mas a manobra que ganhou o apelido de Alan "Ollie" Gelfand, o americano que inventou o pulo de skate em transições e piscinas da Califórnia. São deles os primeiros registros dessa manobra, que tornou-se a base do skate street depois de 1982, quando Rodney Mullen tornou-se o primeiro skatista a acertar um ollie no chão, sem apoio de uma rampa. 


Aerial - Um ano depois do Ollie, Tony Alva acertou o primeiro aéreo da história em uma pista de Santa Mônica chamada DogBowl. O mais vencedor entre os Z-Boys, que sozinhos levaram o esporte a um novo patamar no meio dos anos 70, voltou da manobra inventando o b/s 180º, manobra base de todo o skate vertical que nasceu nas piscinas vazias da Costa Oeste dos EUA.

360º Flip - Depois do flip e do heelflip, Rodney Mullen (ele de novo) quebrou uma barreira considerada impossível ao criar o que ele chamou de magic flip, hoje conhecido no Brasil como kickflip e nos EUA como 360 Flip. A manobra que reuniu o giro do flip com uma volta completa do skate na horizontal anunciou o período mais fértil e técnico do skate street, com manobras cada vez mais intricadas e plásticas para quem assiste. 

900º - Ninguém acreditava que um skatista um dia conseguiria realizar duas voltas e meia em torno do próprio eixo em um half pipe. Mas o Hawkman provou todos errados em uma data que ficou marcada para sempre no esporte. 28 de julho de 1999 foi o dia em que Tony Hawk acertou o primeiro 900 do skate vertical, uma manobra que só veio a ser superada com o advento da Megarampa.

Os Tonys: Alva (esq) e Hawk (dir), duas lendas que mudaram para sempre o mundo do skate - Crédito: Reprodução
Arquivado em: Trip / Skate / Esporte / Skate